PUBLICIDADE
Topo

"13 Reasons Why": Às vésperas da gravação, elenco ainda negocia aumento

Clay (Dylan Minnette) e Hannah (Katherine Langford) em cena da segunda temporada de "13 Reasons Why" - Beth Dubber/Netflix
Clay (Dylan Minnette) e Hannah (Katherine Langford) em cena da segunda temporada de "13 Reasons Why" Imagem: Beth Dubber/Netflix

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

09/08/2018 08h00

Parte do elenco de “13 Reasons Why” vem usando até o último momento que é possível para renegociar seus contratos com o seriado da Netlflix. Segundo o “Deadline”, oito dos maiores integrantes da produção estão lutando por aumentos, sendo que o começo dos trabalhos para a terceira temporada já está programado para segunda-feira.

Até quarta-feira à noite, não havia um acordo entre as partes quanto ao que será pago a esses atores e atrizes – apesar de a disparidade de propostas já ter diminuído.

Segundo o “Deadline”, Dylan Minnette, que é a principal estrela com a saída de Katherine Langford, está pedindo US$ 200 mil por episódio. Brandon Flynn, Alisha Boe, Justin Prentice, Christian Navarro, Miles Heizer, Devin Druid e Ross Butler exigem receber US$ 150 mil.

Isso representa um aumento considerável, já que o show começou pagando entre US$ 20 mil e US$ 60 mil por episódio, exceto Minnette, que ganhava em torno de US$ 80 mil.

A briga por um aumento tem em vista também outras produções que conseguiram isso, como “Stranger Things”, que tem atores mirins ganhando US$ 350 mil por episódio. Há uma diferença importante, já que “Stranger Things” terá oito episódios, enquanto “13 Reasons Why” promete 13.

Apesar da disputa, os contratos atuais do elenco estão em vigor, então não especula-se que as gravações vão ser atrasadas pela negociação.