PUBLICIDADE
Topo

Álbum póstumo de vocalista de metal que morreu no Brasil ganha capa e data

Warrel Dane, ao centro, com sua banda formada por brasileiros - Divulgação
Warrel Dane, ao centro, com sua banda formada por brasileiros Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

07/08/2018 10h00

Um trabalho inédito do vocalista Warrel Dane, conhecido por seus trabalhos no Sanctuary e Nevermore, será lançado em outubro pela gravadora Century Media. O norte-americano morreu aos 56 anos, enquanto gravava seu segundo álbum solo no Brasil.

Dane, que tinha 56 anos, sofreu um infarto fulminante, quando estava em companhia de outros integrantes de sua banda em um hotel de São Paulo. Eles já estavam na fase final da produção do disco, que ganhou formato e data de lançamento nesta terça: o álbum será lançado em 26 de outubro e será precedido por um single, em 31 de agosto. O título é “Shadow Work”.

Capa de Shadow Work, álbum póstumo de Warell Dane - Divulgação - Divulgação
Capa de Shadow Work, álbum póstumo de Warell Dane
Imagem: Divulgação

Warrel Dane tinha uma relação próxima com os brasileiros, tendo se juntado a uma banda local para shows solo em que revisitava clássicos de sua carreira após o fim do Nevermore. Ele também estava na ativa com o Sanctuary, banda que o lançou à fama, nos anos 1990.

O segundo álbum solo do norte-americano conta com os brasileiros Johnny Moraes e Thiago Oliveira na guitarra, Fabio Carito no baixo e Marcus Dotta na bateria.

Johnny disse ao UOL estar empolgado com o resultado: "Está animal. Entregamos o disco essa semana e vai surpreender muito os fãs. Ele está pesado, com influências de thrash e black metal".

“Depois de rever o material que poderia ser finalizado usando várias gravações de estúdio e pré-produções de Warrel, a decisão foi por lançar “Shadow Work” como seu disco final, em 26 de outubro de 2018”, diz comunicado da Century Media.

“Estamos ansiosos pelo lançamento desses 40 minutos de música. Nós conhecemos Warrel por anos, passamos por tudo com ele e seus fãs o apoiam desde os anos 1980. A dedicação que sua banda, Travis Smith [designer da capa do álbum] e nosso time tiveram para finalizar ‘Shadow Work’ foram incríveis e o álbum carrega uma atmosfera que mostra que Warrel sabia que aquele era seu último trabalho. É de partir o coração que ele estava quase em seu fim. Descanse em paz amigo”, disse Jens Pruter, da Century Media.

Warrel sofria com o alcoolismo e já tinha a saúde debilitada na época em que teve o infarto.