PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Charlie Sheen pede redução da pensão e fala em "lista negra" de Hollywood

O ator Charlie Sheen em cena de "Two and a Half Man" - Reprodução
O ator Charlie Sheen em cena de "Two and a Half Man" Imagem: Reprodução

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

02/08/2018 09h38

Charlie Sheen vive um momento complicado na carreira e, por isso, entrou com pedido de revisão no valor pago de pensão aos filhos.

O ator de 52 anos, que tem quatro herdeiros, quer uma diminuição no pagamento da pensão às ex-mulheres Denise Richards e Brooke Mueller.

Segundo documentos obtidos pela revista "People", Sheen alega que não tem condições de arcar mensalmente com a obrigação porque "não conseguiu encontrar um trabalho estável e está na lista negra da indústria do entretenimento".

O ator explica que teve uma "redução significativa" em seus ganhos e que vive uma "crise financeira terrível" com um patrimônio de menos de US$ 10 milhões.

Sheen foi casado com Denise Richards por quatro anos. Eles tiveram duas filhas, Sam (14) e Lola (13). Ele se casou em 2008 com Brooke Mueller, com quem teve Max e Bob, de 9 anos. O casal se separou em 2011.

Sheen ainda é pai de Cassandra Jade Estevez (33), fruto de um antigo relacionamento com a ex-namorada Paula Speert.

O astro de "Two and a Half Men" chegou a liderar o ranking dos atores mais bem pagos da televisão norte-americana. Na sitcom, ele chegou a ganhar US$ 1,8 milhões por episódio.

Charlie Sheen foi demitido da série que protagonizava em 2011 após insultar o autor Chuck Lorre, criador do programa, e ter de entrar numa clínica de reabilitação para usuários de drogas. Ele foi substituído por Ashton  Kutcher.

Entretenimento