PUBLICIDADE
Topo

Affleck vai dirigir Damon em filme sobre homem que roubou o McDonald's

Matt Damon e Ben Affleck em cena de "O Império (do Besteirol) Contra-Ataca", de Kevin Smith - Reprodução
Matt Damon e Ben Affleck em cena de "O Império (do Besteirol) Contra-Ataca", de Kevin Smith Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

02/08/2018 15h15

Amigos de longa data, Ben Affleck e Matt Damon acabam de achar o seu próximo projeto juntos. Segundo o "Deadline", Affleck vai dirigir Damon em um filme sobre o caso real de um ex-policial que roubou milhões da cadeia de fast-food McDonald's nos anos 2000.

Paul Wernick e Rhett Reese, dupla que assinou "Deadpool" e sua continuação, vai escrever o roteiro. Ainda não há uma data de estreia definida para o projeto, que será bancado pela Fox.

Ainda segundo o "Deadline", vários outros estúdios estavam interessados em comprar a história. A Universal quase levou o filme, que eles planejavam entregar para o comediante Kevin Hart ("Jumanji: Bem-Vindo à Selva"), enquanto a Warner tentou comprar os direitos para Steve Carell estrelar. Já a Netflix participou da disputa, com planos que incluíam o diretor Todd Phillips ("Se Beber, Não Case").

A história em questão foi investigada pelo repórter Jeff Maysh e publicada no "The Daily Beast" nesta semana. A matéria detalha a saga de Jerry Jacobson, um ex-policial que passou a trabalhar como segurança para uma empresa de Los Angeles que produzia as peças para o famoso jogo de Monopoly do Mcdonald's.

Na promoção realizada pela rede, os clientes jogam uma versão modificada do famoso jogo Monopoly, em que cada compra no McDonald's vale uma das "propriedades" do tabuleiro. Ao colecionar as peças certas, os jogadores podem ganhar prêmios em dinheiro de até US$ 1 milhão. Vendendo partes separadas do jogo, Jacobson chegou a coletar US$ 24 milhões antes de ser preso.