PUBLICIDADE
Topo

Fãs cantando "Purple Rain" violam direitos autorais, diz gravadora de Prince

O cantor Prince - Divulgação
O cantor Prince Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

27/07/2018 11h07

A Universal Music, que era a gravadora de escolha de Prince e tem os direitos de todo o seu catálogo, pediu a retirada de um vídeo no Twitter no qual diversos fãs cantavam "Purple Rain", um dos maiores hits do músico, horas após sua morte em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Aaron Lavinsky, um repórter do "Star Tribune", havia postado o vídeo da homenagem, que foi removido pelo Twitter com base em "violação de direitos autorais".

O jornalista repercutiu a ação na rede social: "Isso é muito perturbador: a Universal argumentou que o meu vídeo de fãs de Prince cantando 'Purple Rain' na noite de sua morte violava o DMCA. O meu vídeo claramente fazia uso justo da música, e Universal e Twitter estão errados aqui", escreveu.

O DMCA, referenciado pelo repórter, é o Digital Millenium Copyright Act, legislação passada no congresso norte-americano em 1998 estabelecendo regras para a reclamação de direitos autorais na internet.

Lavinsky comenta que seu vídeo era um "uso justo" da música, se referindo às exceções referenciadas pelo DMCA, quando o material protegido por direitos autorais é reproduzido em registros factuais (como seria o vídeo em questão), para propósitos educacionais ou sem fins lucrativos.

O músico Prince morreu em 21 de abril de 2016, aos 57 anos.