PUBLICIDADE
Topo

Vilão de "Handmaid's Tale" recusou cena de estupro: "Não fazia sentido"

Elisabeth Moss é June em "The Handmaid"s Tale" - Divulgação
Elisabeth Moss é June em "The Handmaid's Tale" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

26/07/2018 09h28

ATENÇÃO: O texto apresenta spoilers da 2ª temporada de "The Handmaid's Tale".

Joseph Fiennes sabe que seu trabalho em "The Handmaid's Tale", onde interpreta o terrível Comandante Waterford, é fazer o público odiar o seu personagem com todas as forças - mas isso não significa que ele está disposto a fazer algo que, na sua opinião, vai contra a natureza do personagem.

Em entrevista à "Entertainment Weekly", o ator indicado ao Emmy por sua performance na 2ª temporada da série contou que precisou intervir para eliminar do roteiro uma cena em que Waterford estuprava sua esposa, Serena (Yvonne Strahovski). O momento acontecia quando o casal chegava ao Canadá para conduzir negociações diplomáticas em nome de Gilead, a república repressiva que eles ajudaram a fundar dentro dos Estados Unidos.

"Eu acho que, de muitas formas, por mais repulsivo, cruel e mau que Fred seja, eu preciso defender algumas partes dele", comenta o ator. "Aquele momento em que Fred ia estuprar Serena, eu simplesmente pensei que não fazia sentido. Eu precisei me recusar a fazer, porque pensei que ele tinha acabado de conhecer Luke, e Fred ainda é um ser humano no fim das contas. Ele estava abalado".

O ator se refere ao personagem de O-T Fagbenle, marido de June (Elisabeth Moss), protagonista da série e "aia" do vilão Waterford. No mundo distópico de Gilead, as aias são mulheres férteis que são estupradas mensalmente pelos homens privilegiados da sociedade para gerar filhos.

"Aquele momento foi quando a realidade do que ele está fazendo em Gilead o atingiu. Ele estava digerindo tudo aquilo, tentando entender, e eu não acho que faria sentido ele tentar exercer esse poder sobre Serena naquele momento. Eu mandei longos e-mails para os roteiristas, defendendo minha visão e pedindo a exclusão da cena. O arco desses personagens [Fred e Serena] não precisava dessa cena realmente pesada para funcionar", completa Fiennes. A pressão deu resultado e a cena não foi filmada.

Uma terceira temporada de "The Handmaid's Tale", prevista para 2019, já foi garantida pelo serviço de streaming Hulu.