PUBLICIDADE
Topo

Aline Barros relembra perda da voz após gestação: "Choque tremendo"

Aline Barros no programa de Bial - Reprodução
Aline Barros no programa de Bial Imagem: Reprodução

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

25/07/2018 06h45

Aline Barros relembrou no "Conversa com Bial" de terça-feira (24) o momento mais delicado de sua carreira gospel, quando quase ficou sem voz. A cantora narra o que passou por sua cabeça no período logo após o nascimento do primeiro filho, Nicolas, hoje com 15 anos. 

"Eu tinha acabado de ganhar meu filho e perdi a voz, tinha 5% de voz apenas. Aquilo me trouxe um medo, um temor, foi como se eu não tivesse mais chão. Pelo fato de eu ter me esforçado muito na gestação, danificou minha prega vocal", explica.

"Fui a fonoaudióloga, médicos, eles disseram: 'não sei o que vai acontecer, durante seis meses não abra sua boca'. Aquilo para mim foi um choque tremendo, me senti fragilizada, com muito medo. Todas as pessoas acham que a gente nunca passa por dificuldades na vida, mas passamos", confessa.

A fé foi determinante, acredita. "O que me deu mais força nessa hora foi o sustento da palavra de Deus na minha vida. Minha voz em um mês e meio voltou, foi sobrenatural. Voltou mais ungida, mais poderosa, mais forte. Ganhei meu primeiro Grammy, aquilo para mim foi um presente de Deus".

Gays

Bial questionou como homossexuais são recebidos em sua religião. "A igreja não faz acepção de pessoas, assim como Jesus não faz. Os gays são amados. Nós não concordamos com a prática. A Bíblia condena o homossexualismo, isso é condenável na palavra de Deus. Mas nós amamos", garante.