PUBLICIDADE
Topo

The Voice tem sósia de Dani Calabresa, história de superação e choro de Brown

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

24/07/2018 23h50

O programa desta terça-feira (24) do "The Voice Brasil" ficou marcado pela participação de uma sósia de Dani Calabresa, a história do haitiano que sobreviveu a um terremoto e o choro de Carlinhos Brown. 

Veja os destaques do programa:

O que a Calabresa está fazendo aí?

Candidata do "The Voice Brasil" vira sósia de Dani Calabresa pela web - Reprodução - Reprodução
Candidata do "The Voice Brasil" vira sósia de Dani Calabresa pela web
Imagem: Reprodução

Ou melhor, uma sósia dela. Pelo menos é o que a web garantiu de pé junto e rendeu comentários hilários sobre a participação de Pam Steebler, que acabou sendo eliminada.

A brasileira que mora em Nova York arriscou uma versão de "Final Feliz", clássico de Jorge Vercilo. Mas a parte vocal não chamou tanto a atenção de quem estava em casa. "Gente, por que a Dani Calabresa está no The Voice?", questionou um espectador do programa. Outra completou: "Como cantora não dá, mas como cover de Dani Calabresa está ótima".

A animação foi tanta que "Dani Calabresa" virou até trending topic no Twitter. Veja abaixo as melhores reações:

História emocionante

Giupson Pierre foi o candidato que mais emocionou os jurados no reality. O haitiano, que está no Brasil desde dezembro de 2013, cantou uma boa versão de "Love Yourself", de Justin Bieber, e contou uma pouco mais sobre sua vida.

O cantor estava no Haiti quando um terremoto de magnitude 7 atingiu a capital Porto Príncipe em 2010, matando 316 mil pessoas. "Não tinha como sonhar com uma vida melhor, então o que eu podia fazer para tirar o medo, a frustração e a fome ao meu redor era cantar", disse Giupson.

O candidato veio como refugiado para o Brasil e uma empresa o ajudou a se estabelecer no país. "Eu sempre gostava [de música], só que desde pequeno minha família pegava pesado. Meu pai era professor de escola, então eu teria que deixar a músico e focar nos estudos. Mas depois do terremoto percebi que era o momento para me jogar na música."

Veja abaixo a apresentação de Giupson:

Brown emocionado

Carlinhos Brown viu da poltrona de jurado sua história ser contada no The Voice. O músico lembrou da sua infância, suas raízes africanas e como ele se cercou de música durante a vida. "Passei a vender sonho, depois picolé, mas tudo era pela música. Aí fui para o samba para nunca mais voltar", contou Brown no vídeo.

Entre shows com Caetano, Gal Costa e o Tribalistas, o baiano criou a Timbalada, pisou no tapete vermelho do Oscar e ganhou vários Grammys. "E tudo isso porque eu me interessei pela voz maior, que é pela voz da minha cultura".

Após o vídeo, Brown apareceu com os olhos marejados e foi cumprimentado pelos colegas do programa. "Você é um gigante, um cara idolatrado na Europa, indicado ao Oscar e com uma simplicidade que nos comove e inspira muito. Você está emocionado agora, às vezes você solta coisas aqui de músicas que você fez, com quem você tocou, que a gente se surpreende com o seu tamanho. E você é nosso, Brown, é um orgulho ter você como técnico", declarou Tiago Leifert.

Ivete Sangalo emendou. "A vida inteira eu falei para ele, que a minha maior alegria é que eu fazia parte do mesmo tempo que ele está. E muito do que eu vi ali eu reconheço tudo, e tem milhões de outras benfeitorias, porque essa voz, que ele ouve da cultura, ele fomenta para que saia alto nos altos-falantes da vida. Você é fera!". 

Carlinhos Brown chora no "The Voice Brasil" - Reprodução - Reprodução
Carlinhos Brown chora no "The Voice Brasil"
Imagem: Reprodução