PUBLICIDADE
Topo

Pussy Riot lança clipes protestando contra prisões após invasão na final da Copa

Manifestante do Pussy Riot invade gramado durante partida entre França e Croácia na Rússia - Marcelo Machado de Melo/Fotoarena/Folhapres
Manifestante do Pussy Riot invade gramado durante partida entre França e Croácia na Rússia Imagem: Marcelo Machado de Melo/Fotoarena/Folhapres

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

24/07/2018 11h27

O Pussy Riot lançou duas novas músicas nesta terça-feira (24), ambas com letras atacando a polícia russa por prender quatro dos membros do coletivo, incluindo Olog Sentsov, após a realização de um protesto durante a final da Copa do Mundo na Rússia.

“КОШМАРЫ/NIGHTMARES” e “PONG!” são os títulos das canções. A primeira é um cover parcial de "Nightmares", de Dina Verny, e referencia mais diretamente a prisão de Sentsov. Já a segunda traz o Pussy Riot criando um protesto dentro de um fliperama.

Os quatro membros presos do Pussy Riot invadiram o campo durante o jogo decisivo da Copa do Mundo, entre França e Croácia, no último dia 15 de julho. O protesto pedia a libertação de vários presos políticos, e os membros capturados acabaram, eles mesmos, condenados a 15 dias de prisão. Eles continuam em reclusão.

Já no dia seguinte ao acontecido, o Pussy Riot lançou sua primeira música em protesto ao acontecido. Em "Track About Good Cop", os membros pediam diretamente a libertação de Sentsov e companhia.