PUBLICIDADE
Topo

"Venom" é versão mais sombria de um filme da Marvel, diz diretor na Comic-Con

Nova imagem do filme "Venom" - Reprodução
Nova imagem do filme "Venom" Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

20/07/2018 23h27

A Sony Pictures seguiu as novidades de "Homem-Aranha no Aranhaverso" com um painel celebrando "Venom", filme estrelado pelo premiado Tom Hardy que traz o famoso vilão do Aracnídeo em sua própria aventura.

Hardy entrou ao lado do diretor Ruben Fleischer ("Zumbilândia") e do colega de elenco Riz Ahmed ("Rogue One: Uma História Star Wars") no palco, cumprimentado pelo canto de "Nós somos Venom" da plateia.

O diretor confidenciou que seu filme será "uma versão mais sombria e mais complicada de um filme da Marvel", e acrescentou que "não há heróis nessa história". Enquanto isso, Hardy foi atraído pelo papel porque "ele tem o melhor visual de todos os personagens de quadrinhos", e porque seu filho "é um grande fã de Venom".

Fleischer elogiou a forma como seu astro interpretou a "dualidade" entre Venom e Eddie Brock, o pacato jornalista que a entidade alienígena possui e começa a controlar. "Eu sou um admirador da carreira de Tom, e foi muito gratificante saber que ele estava interessado em interpretar esse papel", comentou.

"Para mim, Eddie é um pouco como um grande perdedor. Ele tem problemas com o seu código ético, com a sua conduta. Ao mesmo tempo, Venom é o parceiro perfeito para ele, essa fera alienígena gigantesca que o equilibra", comentou o ator.

A natureza violenta de "Venom" foi comprovada no trailer estendido que o painel exibiu para os fãs logo depois. Segundo relatos on-line, a prévia termina com uma versão enorme do simbionte simplesmente "arrancando a cabeça" de um pobre vilão. Os efeitos especiais no vídeo mostrado não pareciam finalizados, de forma que o lançamento on-line não deve acontecer tão cedo.

O personagem Riot - Reprodução - Reprodução
O personagem Riot
Imagem: Reprodução

O trailer também revela que Venom terá que enfrentar vários adversários diferentes, pois o antagonista interpretado por Ahmed está planejando criar um exército todo de simbiontes. Ao contrário do que os fãs esperavam, no entanto, um deles não é o Carnificina, mas sim Riot, outro personagem com origem nos quadrinhos.

"Estamos planejando um grande universo começando com esse filme", finalizou Fleischer, agradando aos fãs. "Eu acho que todos concordamos que seria ótimo ver Venom e Homem-Aranha se enfrentando de novo no futuro, e o estúdio pensa do mesmo jeito".

"Venom" chega aos cinemas brasileiros em 4 de outubro de 2018.