PUBLICIDADE
Topo

Mais dois homens são investigados pela morte do rapper XXXTentacion

O rapper XXXTentacion (1998-2018) - Jack McCain
O rapper XXXTentacion (1998-2018) Imagem: Jack McCain

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

19/07/2018 18h39

A polícia americana identificou mais dois atiradores suspeitos de terem assassinado o rapper XXXTentacion, morto a tiros no último dia 19 de junho. Eles estão sendo sendo investigados junto de outros dois pistoleiros acusados de assassinato em primeiro grau.

Segundo a polícia do condado de Broward, Michael Boatwright, preso no início deste mês, e Trayvon Newsome atiraram em XXX. Newsome ainda é procurado. Os outros dois suspeitos acusados são Dedrick Williams e Robert Allen.

O rapper norte-americano XXXTentacion, que tinha apenas 20 anos, foi baleado e morto enquanto comprava uma moto na cidade de Deerfield Beach, na Flórida, a cerca de 70 km de Miami.

Segundo comunicado oficial da polícia, divulgado após a confirmação da morte, XXXTentacion estava deixando a concessionária quando foi abordado por dois homens armados. Um dos suspeitos atirou diversas vezes, acertando o músico, que foi levado para o hospital, mas não resistiu. 

O áudio de uma ligação para a polícia ainda aponta que os atiradores seriam dois homens negros vestidos com agasalhos e encapuzados. O homem que efetuou os disparos estaria usando uma máscara vermelha.

Testemunhas ainda disseram aos policiais que uma bolsa da marca Louis Vuitton que estava dentro do veículo do rapper foi levada.

Revelação do rapper alternativo, XXX falava abertamente com seus fãs sobre o temor que tinha de morrer. De acordo com site The Blast, o artista já havia inclusive tomado medidas legais antecipadamente, registrando um testamento no dia 17 de novembro de 2017.