PUBLICIDADE
Topo

Nova doutora de "Doctor Who" ganhou o mesmo que seus antecessores pelo papel

Atriz Jodie Whittaker em Doctor Who - Divulgação
Atriz Jodie Whittaker em Doctor Who Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

19/07/2018 16h14

Jodie Whittaker se tornou a primeira mulher a assumir o papel de protagonista na série britânica “Doctor  Who” -- cuja 11ª temporada ganhou seu primeiro trailer oficial nesta quinta-feira (19), na San Diego Comic-Con (confira abaixo). E ela contou que não teve problemas para receber o mesmo salário que antecessores como Peter Capaldi e David Tennant.

“Como uma mulher nessa indústria, seria ingênuo não ter consciência das diferenças de salário, mas isso não foi parte dessa série”, contou a atriz à agência britânica Press Association antes de participar do painel da série no evento. “Ninguém vai sugerir que você receba menos pelo papel [de protagonista da série] porque você é mulher, e eles não fizeram isso”.

A BBC, emissora que produz o seriado, foi duramente criticada no ano passado, quando várias de suas funcionárias revelaram ganhar menos do que os colegas homens em funções semelhantes.

Representatividade

Whittaker, conhecida por “Black Mirror” e “Broadchurch”, disse que já passou da hora da TV começara a representar melhor a diversidade de seu público. “Nós olhamos ao redor, para nossos amigos, e há homens de mulheres de todas as idades e comunidades, mas quando você liga a TV, isso não está representado. ‘Doctor Who’ tem um apelo sem fronteiras, então deveria representar as pessoas assistindo à série”.

Ao site Deadline, a atriz disse que considera muito significativo que o Doctor agora seja uma mulher. “Você é programado desde criança a pensar que, para ser o Doctor, você tem que ser um homem; e que se você é uma menina, você poderia ser uma companion. Então como atriz, ver essas regras jogadas pela janela neste momento perfeito é muito empolgante”.

“Pela primeira vez, o Doctor regenera, mas de uma forma completamente diferente, o que é libertador”, continuou. “Para mim, fazer o papel agora também foi muito libertador porque não há regras para mim nesse sentido. Também é o trabalho perfeito para qualquer ator, porque apesar de existirem 12 antecessores, você poderá torná-lo seu, criativamente. Acho que, em vez de me sentir pressionada, eu me senti animada.”

Falando com os fãs, no painel, a nova doutora passou uma mensagem de otimismo: "Eu nasci nos anos 1980, e quando eu olhava para os filmes e séries, as pessoas que faziam o que eu gostaria de fazer não se pareciam comigo. E agora eu sou uma delas. Então quando vocês virem algo e pensarem ‘eu quero fazer isso’, lembrem-se de que vocês podem”.

Novidade

Para alegria dos fãs, o painel de "Doctor Who" na SDCC contou com outra novidade além do trailer: Jodie Whittaker mostrou a nova chave de fenda sônica, que costuma tirar o Doctor de várias enrascadas. 

O público ainda pôde ver um vídeo divertido em quem a nova doutora usa a TARDIS para chegar em San Diego.

A 11ª temporada da produção estreia ainda este ano, sem data definida. No Brasil, ela será transmitida pelo serviço de streaming Crackle.