PUBLICIDADE
Topo

Candidata eliminada do "The Voice" que comoveu web não vai desistir de cantar

A candidata Jacira Maria Flor no "The Voice Brasil" - Reprodução
A candidata Jacira Maria Flor no "The Voice Brasil" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

19/07/2018 04h00

A estreia da 7ª temporada do "The Voice Brasil" teve aparição surpresa da Claudia Leitte e Carlinhos Brown "revoltado" ao ser bloqueado por Lulu Santos. Mas foi uma avó que trabalha como telefonista que conquistou o público, mesmo com nenhum jurado virando a cadeira durante sua apresentação.

Jacira Maria Flor interpretou uma bela versão de "Alguém Me Avisou", de Dona Ivone Lara, e, apesar da eliminação no reality, não se abalou com o resultado. "Eu cheguei ali preparada, entendendo que eu poderia alcançar o objetivo das cadeiras virarem ou não. Estive concorrendo com cantores e cantoras que já têm estrada, história. E isso não foi meu caso, porque houve um período da minha vida que eu tive que escolher entre cuidar da minha família ou correr atrás dos meus sonhos", relembra a participante de 50 anos em entrevista ao UOL.

Jacira voltou a pensar em ser cantora após o nascimento da neta Ana Júlia, agora com quatro anos, mas a relação com a música vem de muitos anos atrás. "Eu assistia a muitos musicais. Eu gostava de ouvir essas cantoras e ficava imitando. Minha mãe foi empregada doméstica em São Paulo e eu morava no trabalho com ela. Eu me lembro de ficar cantando dentro de casa, no quintal, até ficava empostando a voz".

A internet aprovou

A ex-BBB Gleici Damasceno e a cantora Preta Gil foram algumas das famosas que puxaram o coro sobre o talento da mãe de dois filhos, que ainda cuida da própria mãe de 85 anos. Poucos segundos após Brown, Ivete Sangalo, Michel Teló e Lulu não aprovarem a candidata, centenas de comentários a favor da cantora começaram a aparecer nas redes sociais. 

"Fiquei espantada com a reação do público, foi uma loucura na internet. A minha história parece que mexeu com as pessoas. E elas se enxergaram em mim, se encantaram principalmente com a minha história, porque não escondi nada e eu acho que a história de superação e força confirma a de muitas outras pessoas", analisa Jacira.

A telefonista é presente nas redes sociais, e posta no seu canal no YouTube algumas versões das músicas que mais gosta, entre elas versões de Anavitória, Kell Smith, Renato Russo e Tim Maia.

"Vou continuar fazendo vídeos. Eu pretendo dar uma incrementada, fazer umas fotos profissionais, por isso estou correndo atrás de patrocínios. Eu fui presenteada em Salvador com um equipamento de som para poder trabalhar na noite. As coisas estão acontecendo", comemora.

Entre Elis e Tom Jobim

A participante volta ao passado ao citar os seus ídolos dentro da música. E faz questão de apontar que tem como referência artistas brasileiros.

"Nenhum preconceito a respeito. Tem muitas cantoras [internacionais] que admiro, como Nina Simone, mas eu acho que a minha referência tem que estar nas minhas raízes. Chico Buarque, Tom Jobim, João Gilberto, Nara Leão, Claudia Telles. Foram com essas pessoas que eu aprendi a cantar e a interpretar também."

E a lista não para por aí. Jacira ainda passa por João Gilberto, Guilherme Arantes, Clube da Esquina, Elis Regina, Marisa Monte e Cássia Eller. Apaixonada por música há tanto tempo, a telefonista concluiu um curso técnico de música e agora planeja entrar para a faculdade de música.

"Eu resolvi me libertar quando percebi que minha filha estava para ser mãe e eu na rotina cotidiana. Não estava infeliz, porque gosto de ser telefonista, mas eu queria realizar meu sonho. A única coisa que eu sei é que eu quero cantar e que participar do 'The Voice Brasil' foi o primeiro passo para que eu possa desenvolver a minha carreira."