PUBLICIDADE
Topo

Perdido há 20 anos, carro clássico de 007 pode ter sido encontrado

Carro é um Aston Martin DB5 igual ao da imagem, que fez parte de exibição em Paris - Thierry Chesnot/Getty Images
Carro é um Aston Martin DB5 igual ao da imagem, que fez parte de exibição em Paris
Imagem: Thierry Chesnot/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

17/07/2018 14h27

O Aston Martin DB5 dirigido pelo James Bond de Sean Connery em "007 Contra Goldfinger" (1964) é uma das relíquias cinematográficas mais valiosas do mundo, e está perdido por mais de 20 anos. Agora, o pesquisador de arte Christopher A. Marinello diz possivelmente tê-lo encontrado à venda no mercado alternativo de um país não revelado do Oriente Médio.

Estimado em 10 milhões de libras esterlinas (ou R$ 50 milhões) hoje em dia, o Aston Martin DB5 foi roubado de um hangar no aeroporto de Florida Keys, nos Estados Unidos, em 1997. Na época, o carro estava sob propriedade de um colecionador particular, que pagou em torno de R$ 1 milhão por ele em 1986.

Marinello revelou, em entrevista ao "NME", que recebeu uma dica e está tentando autenticar o carro à venda no Oriente Médio. "Há muitos Aston Martin's por aí, então pedi por uma foto do chassi do carro para confirmar a identidade desse veículo em especial. O carro dirigido por Connery tinha o número DP/216/1", contou. "Há a possibilidade de ser apenas uma réplica ou um carro parecido".

O Aston Martin DB5 é um dos dois carros que Bond dirige em "Goldfinger". O segundo está seguro com um colecionador particular, que pagou R$ 15,8 milhões por ele em 2010. Outros carros usados na promoção do filme (embora não nas filmagens) encontram-se em exposição no Museu Louwman, em Haia, na Holanda.

O próximo filme de 007 nos cinemas, que será seu 25º como um todo, trará de volta o ator Daniel Craig, que assumiu o papel em "007 - Cassino Royale" (2005). Vencedor do Oscar por "Quem Quer Ser um Milionário?", Danny Boyle irá dirigir. O lançamento ficou para 8 de novembro de 2019.