PUBLICIDADE
Topo

Do criador de "The Flash" e "Supergirl", vem aí uma série da "Batwoman"

Batwoman também ganhará live-action na TV - Reprodução
Batwoman também ganhará live-action na TV Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

17/07/2018 12h47

O panteão de heróis e heroínas da emissora americana CW vai se expandir com uma série solo da "Batwoman". A personagem deve primeiro ser introduzida a esse universo inspirado nos quadrinhos da DC em um grande episódio crossover entre "Supergirl", "Arrow" e "The Flash", previsto para estrear ainda esse ano.

Greg Berlanti, mega-produtor televisivo responsável por todos esses hits da DC, está por trás da nova série da Batwoman, anunciada nesta terça-feira (17) através da "Entertainment Weekly". Ele chamou a colega Caroline Dries ("The Vampire Diaries", "Smallville") para escrever o piloto. A produção deve ficar para o calendário de 2019 da emissora.

"Armada com uma paixão pela justiça social e um hábito de expressar suas opiniões, Kate Kane voa pelas ruas de Gotham como Batwoman, uma lutadora de rua altamente treinada e abertamente lésbica que quer terminar com o ressurgimento criminal da cidade falida", diz a sinopse oficial. "No entanto, não a chame de heroína ainda. Em uma cidade desesperada por um salvador, Kate precisa superar seus próprios demônios antes de abraçar o chamado para ser o símbolo de esperança de Gotham".

Batwoman será a primeira super-heroína LGBTQ+ a protagonizar sua própria série live-action na TV. Em animação, a DC já lançou "Freedom Fighters: The Ray", em que o personagem título, dublado por Russell Tovey ("Looking"), era abertamente gay.

Escalação

Pouco depois do anúncio da nova série, o site "TVLine" divulgou que a emissora CW e a DC querem especificamente escalar uma atriz lésbica para interpretar o papel principal de "Batwoman". A chamada de elenco especifica "uma atriz preferencialmente lésbica, de qualquer etnia, entre 25 e 29 anos".

O universo formado pelas séries da DC tem se mostrado inclusivo quando se trata de personagens LGBTQ+. Entre aqueles com mais destaque estão Curtis Holt, um herói gay em "Arrow"; Sara Lance, membro bissexual dos "Legends of Tomorrow"; e Alex Danvers, irmã lésbica da heroína principal em "Supergirl".