PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Produtora de Harvey Weinstein é vendida e vai mudar de nome

Harvey Weinstein enfrenta diversas acusações de assédio e estupro - Eduardo Munoz Alvarez/AFP
Harvey Weinstein enfrenta diversas acusações de assédio e estupro Imagem: Eduardo Munoz Alvarez/AFP

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

16/07/2018 14h06

Uma empresa do setor financeiro localizada no Texas, nos Estados Unidos, fechou acordo nesta segunda-feira (16) para comprar a falida Weinstein Company, produtora fundada pelos irmãos Bob e Harvey Weintein. As informações são da "Variety".

A companhia veio à falência após denúncias de assédio sexual e estupro no final de 2017, que levaram à prisão de Harvey Weinstein nesse ano. No momento, o ex-magnata de Hollywood aguarda julgamento em liberdade.

A Lantern Capital, nova "empresa-mãe" da Weinstein Company, vai mudar o nome da produtora para Lantern Entertainment e cuidar da biblioteca de 277 filmes da empresa. Além disso, a nova Lantern Entertainment planeja contratar uma nova diretoria e bancar novos projetos no cinema e na TV.

A venda foi finalizada pelo valor de US$ 289 milhões, o equivalente R$ 1,1 bilhão. O governo americano já deu sua aprovação, e Andy Mitchell e Milos Brajovic, proprietários da Lantern, se tornam oficialmente os substitutos de Bob e Harvey Weinstein no comando da companhia.

Entretenimento