PUBLICIDADE
Topo

Astro da TV e viúvo de Audrey Hepburn, Robert Wolders morre aos 81

Robert Wolders, ao centro - Getty Images
Robert Wolders, ao centro Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

16/07/2018 10h12

O ator Robert Wolders, que acabou ficando mais conhecido por seu caso de amor com a estrela Audrey Hepburn do que por seus papéis no cinema e na TV, morreu no último dia 12 de julho, aos 81 anos. A informação foi divulgada nesse domingo (15), pelo Twitter da Fundação Audrey Hepburn.

"Com um coração pesado, saudamos o nosso membro da diretoria, mentor e amigo Robert Wolders. Que sua linda alma descanse em paz. Seu exemplo brilhante continuará vivendo", escreveram os membros da Fundação na rede social.

Um galã para a sua época, Wolders atingiu a fama ao protagonizar, entre 1966 e 1967, a série de faroeste "Laredo". Logo depois, fez participações em várias das séries mais populares dessa era, como "Daniel Boone", "O Agente da UNCLE" e "A Feiticeira".

Em 1975, se casaria com Merle Oberon, estrela indicada ao Oscar por "O Anjo das Trevas" (1935). 25 anos mais velha, ela acabaria morrendo apenas quatro anos depois, em 1979.

Wolders se tornaria amigo e, mais tarde, amante de Audrey Hepburn durante os anos 1980. Os dois nunca se casaram, mas permaneceram juntos e "muito apaixonados" até a morte dela, em 1993.

Afastado da atuação desde os anos 1970, Wolders passou suas últimas décadas se dedicando à filantropia.