Topo

Filmes e séries


Atriz diz que sucesso de "Pânico" a fez deixar Hollywood: "Estava entediada"

Frazer Harrison/Getty Images
A atriz canadense Neve Campbell no tapete vermelho do Emmy 2017 Imagem: Frazer Harrison/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

12/07/2018 10h24

Durante os anos 1990 e 2000, Neve Campbell estava no topo do mundo. O sucesso de sua personagem Sidney Prescott na franquia "Pânico", combinado com a série de TV "O Quinteto", fizeram dela a maior estrela de Hollywood por breves anos. Mas, pouco depois, ela sumiu das telas, se mudando de Los Angeles, centro da produção hollywoodiana, para Londres.

Campbell retorna aos cinemas com "Arranha-Céu: Coragem Sem Limite", em que atua ao lado de Dwayne "The Rock" Johnson. O filme, que chega aos cinemas brasileiros nessa quinta (12), inspirou uma visita de Campbell ao "The Late Show", programa da TV norte-americana onde finalmente explicou sua decisão de deixar Hollywood de lado.

"Eu precisava dar um tempo", revelou. "Quando tinha 20 anos, tudo veio para mim de uma forma rápida e grande. Foi incrível, é claro, e sou muito grata por isso, mas chegou a um nível em que as coisas que me ofereciam, os roteiros que chegavam na minha mesa, não eram os que eu queria fazer. As produtoras me ofereciam filmes de terror, por causa de 'Pânico', ou comédias românticas ruins".

"Eu não estava interessada nesse tipo de coisa, e estava me sentindo infeliz com as coisas. Eu estava entediada, para ser bem sincera. Então pensei: 'Preciso de uma mudança'", completou.

A saída de Campbell dos holofotes foi extrema: desde o começo dessa década, ela estrelou apenas quatro filmes, incluindo "Pânico 4" (2011) e o recém-lançado "Arranha-Céu". Ela também pode ser vista na 4ª e na 5ª temporadas de "House of Cards".