Topo

Música

Nego do Borel fala sobre polêmico beijo em clipe e nega apoio a Bolsonaro

Reprodução/YouTube
Nego do Borel protagoniza beijo em "Me Solta" Imagem: Reprodução/YouTube

Tiago Dias

Do UOL, em São Paulo

10/07/2018 18h39

Nego do Borel sabia que seu novo clipe poderia gerar polêmica, mas não teve dúvidas ao escrever o roteiro de “Me Solta”: queria reviver uma personagem que costumava encarnar antes mesmo da fama bater à porta.

“Eu mesmo fiz o roteiro e pensei em algo que mostrasse que as pessoas pudessem se soltar como a música diz”, explica o cantor ao UOL. “Lembrei da Nega da Borelli, personagem que inventei há um tempão para mostrar que as pessoas podem ser o que elas quiserem. O refrão da música diz isso: ‘me solta, po!’”

“Me Solta” nem completou 24 horas e já é o vídeo mais assistido no YouTube, somando 6 milhões de visualizações e muita controvérsia.

No vídeo colorido e dançante, com a assinatura de Kondzilla, o cantor aparece na pele de sua personagem fazendo uma verdadeira festa no Morro do Borel, zona norte do Rio de Janeiro, onde nasceu e se criou.

Entre um passinho e outro, Nego dá um beijo na boca do modelo Jonathan Dobal, o que causou furor nas redes sociais. De um lado, famosos e fãs o parabenizaram pela “ousadia” e a “coragem”. O cantor compartilhou mensagens elogiosas de amigos, do colunista Leo Dias ao ator Bruno Gagliasso.

Mas o vídeo não teve a mesma recepção na comunidade LGBT, que viu na cena do beijo e na representação de sua personagem uma forma de “causar” burburinho e explorar o chamado “pink money” – termo que representa o poder de compra do público LGBT, em alta na música e no comportamento.

Para completar, os críticos resgataram uma foto do cantor ao lado do presidenciável Jair Bolsonaro, conhecido por se colocar contra aos direitos LGBTs. Por e-mail, Nego foi categórico: “Não sou eleitor do Bolsonaro”. 

“Esta foto foi tirada num jantar que eu estava também, a pedido do filho dele. Não costumo negar tirar fotos com ninguém”, disse.

Para ele, o clipe, assim como a personagem, “representa a liberdade de ser quem eu sou”, disse. “Acho que a cena do beijo serviu para mostrar mesmo o real objetivo da mensagem”.

Dando uma pausa nas comemorações de seus 26 anos, completados nesta terça-feira (10) em meio à repercussão do clipe, ele garante estar acompanhando as críticas de perto: “Eu e todo mundo temos muita ainda a aprender com esse tema."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!