PUBLICIDADE
Topo

Amber Heard critica verificação de imigrantes e é acusada de racismo

Amber Heard no CFDA Awards - Getty Images
Amber Heard no CFDA Awards Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/07/2018 09h08

O ativismo da atriz Amber Heard contra as políticas de imigração do governo Donald Trump é notório. Mas um post que ela fez no Twitter nesta semana foi mal interpretado e Amber foi acusada de racista.

Amber Heard protesta contra a política de tolerância zero do governo Donald Trump - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Amber Heard protesta contra a política de tolerância zero do governo Donald Trump
Imagem: Reprodução/Instagram
"Acabei de ouvir que há um ponto de verificação de Imigração e Alfândega em Hollywood, há alguns quarteirões de onde eu moro. É melhor que todos deem uma carona para casa hoje à noite aos seus empregados, babás e jardineiros," escreveu Amber.

O tuíte foi interpretado como racista e Amber deletou em seguida. Mais tarde, ela escreveu outra mensagem. "Com essa crise de direitos humanos sendo tão politizada, é difícil fazer uma simples declaração sem ser usada como distração para os reais problemas. É difícil para qualquer um não ser afetado de forma negativa por esse assunto de alguma forma."

No final de semana, Amber viajou até um prédio no estado do Texas, onde crianças imigrantes foram detidas para protestar. Ela se juntou a celebridades como  Connie Britton, Lena Dunham, Joshua Jackson, Sia, Bella Thorne e Constance Wu. "O apartheid foi legal. O Holocausto foi legal. Legalidade é uma questão de poder, não de justiça", exibiu ela em um cartaz.

Amber poderá ser vista nos cinemas em breve no filme "Aquaman", onde interpretará a personagem Mera. O filme tem previsão de estreia para dezembro deste ano.