Topo

Filmes e séries

Scarlett Johansson nega que tenha se "candidatado" a um encontro com Tom Cruise

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/06/2018 08h17

A ligação de Tom Cruise com a cientologia, uma religião cheia de mistérios, costuma render polêmicas. A mais nova vem com declarações de um ex-praticante, Brendan Tighe, que foi à imprensa contar sobre sua relação com a estrela de “Missão Impossível”. Suas falas, no entanto, atingiram Scarlett Johansson, que se viu obrigada a responder às acusações.

Tighe apareceu no programa “Megyn Kelly Today”, da rede de TV norte-americana NBC. Ele afirmou que, enquanto esteve na cientologia, trabalhando na parte de segurança até 2011, ele teria ficado sabendo de mulheres que estavam se candidatando – entrando em uma lista, diz ele – para terem um encontro romântico com Cruise, após a separação dele e de Nicole Kidman.

“Outra atriz, Erika Christensen, teve de se desligar das suas relações com Scarlett Johansson, por que as coisas não saíram bem. Isso é o que estava em um relatório”, afirmou Tighe. Ele diz que viu o nome dela quando estes relatórios foram enviados por engano à sua impressora.

Johansson se mostrou ofendida. “A simples ideia de alguém se candidatando para um relacionamento é tão constrangedora. Eu me recuso a espalhar a ideia de que eu não tenho a integridade de escolher minhas próprias relações. Só um cara como este poderia inventar uma história como essa”, disse ela, em comunicado enviado ao “The Hollywood Reporter”.

Além de Johansson, os responsáveis pela igreja da cientologia negaram a ligação de Tighe com Cruise.

Não é a primeira vez que acusações deste tipo aparecem. Em 2012, a "Vanity Fair" publicou uma acusação semelhante, de que houve "processos seletivos" para que Cruise escolhesse uma namorada. A escolhida teria sido Nazanin Boniadi, com quem ele se relacionou brevemente entre 2004 e 2005.