Topo

Música

Grammy anuncia mudanças em sua premiação para melhorar na diversidade

Robyn Beck/AFP
Troféus do Grammy, considerado o Oscar da Música Imagem: Robyn Beck/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 10h51

A Recording Academy, que realiza o Grammy, anunciou uma série de mudanças para sua próxima premiação, em 2019. O evento que elege os melhores da música terá mais indicados em algumas categorias, para dar mais chance a artistas mais diversos.

Reclamou-se no passado recente de que, apesar de um esforço pela diversidade, principalmente as mulheres ainda vinham sendo subrepresentadas na premiação e que os troféus ficavam nas mãos de poucos artistas.

Agora, os prêmios de melhor gravação, álbum, música e artista do ano terão não cinco, mas oito indicados. “Essa mudança reflete a grande entrada de concorrentes para estas categorias e permite que os votantes tenham mais flexibilidade em escolher os melhores do ano”, disse a organização, em comunicado divulgado pela “Variety”.

Segundo a revista, a mudança reflete as críticas ao baixo número de mulheres indicadas no prêmio de 2018, em que o destaque foi para Jay-Z, Kendrick Lamar, Bruno Mars, Childish Gambino, Khalid, SZA e No ID. Mars foi vencedor em álbum, música e gravação do ano, e Jay-Z e Lamar se revezaram com outros troféus.

Outras mudanças são mais técnicas, com adequações em categorias por gênero para deixar mais claro que músicas e álbuns podem ou não participar de determinada competição pelo gramofone dourado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!