Topo

Festivais

"Estou aqui por todos funkeiros do Brasil": Anitta faz história no Rock in Rio Lisboa

Divulgação
Anitta e suas bailarinas em show histórico no Rock in Rio, em Lisboa Imagem: Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em Lisboa (Portugal)*

24/06/2018 17h16

Anitta fez história no Rock in Rio Lisboa ao tocar funk carioca no Palco Mundo. Esta foi a primeira vez que o ritmo foi executado ao vivo no festival. Com um discurso emocionado, a cantora agradeceu a todos os funkeiros do Brasil.

É um dia histórico na minha carreira. Não tenho palavras para agradecer a Portugal pelo carinho. E ao meu Brasil também. Quando comecei a cantar, ninguém acreditou que eu pudesse chegar tão longe e ser a cantora que eu pudesse ser”, desabafou. “Hoje, todos os funkeiros do Brasil estão me vendo aqui. Eu prometi que nosso ritmo chegaria em todos os lugares. Estou aqui representando todos os funkeiros. Vocês não sabem a dificuldade que foi chegar num palco como esse”.

Reprodução/Multishow
Anitta levantou a bandeira do funk em Lisboa Imagem: Reprodução/Multishow
Logo na sequência, a cantora disse a sua clássica frase: “Eu pensei em dizer isso em sotaque português, mas não ficaria legal. Vou dizer do jeito que falo mesmo: Vocês pensaram que eu não iria rebolar a minha bunda hoje?”, disse a cantora antes de executar o pancadão e o “Movimento da Sanfoninha”.

Como o show de Anitta foi a luz do dia, ela usou menos iluminação e mais elementos cenográficos, além de contar com todas as suas bailarinas de apoio. Ela entrou no palco ao som de “Tico Tico no Fubá” e com um figurino que remetia à Carmen Miranda. No repertório, ela sampleou ainda músicas famosas de Mariah Carey, MC Kevinho, e até Tom Jobim com "Garota de Ipanema".

“Fui eu que montei todo o repertório. Inclusive escolhi ‘Garota de Ipanema’. Mas, na verdade, essas músicas são um ‘gostinho’. Eu não canto todas”, disse Anitta ao UOL em uma conversa no backstage do palco Mundo.

O repertório contou ainda com “Bang”, “Ritmo Perfeito”, “Sim ou Não”, “Machika”, “Is That For Me”, “Romance com Safadeza”, “Loka”, “Essa Mina é Loka”, “Downtown”, “Paradinha”, “Faz Gostoso”, “Sua Cara”, “Vai Malandra” e “Show das Poderosas”.

Divulgação
O show de Anitta antecedeu as apresentações de Demi Lovato e Bruno Mars Imagem: Divulgação
Na plateia, o clima era de excitação. O público português recebeu Anitta como uma legítima celebridade e vibrou a cada música, com destaque para “Vai Malandra” e “Romance com Safadeza”, sua parceria com Wesley Safadão. Ao contrário da expectativa do público, Pabllo Vittar não participou do show. Mais cedo, ao UOL, a rapper angolana Titica, contou que Pabllo ficou no hotel descansando porque gravaria um clipe cedo no dia seguinte.

Anitta confirmou ao UOL que gravou um clipe com Jojô em Honório Gurgel, onde ela cresceu. Ela disse ainda que compôs mais uma música para Jojô cantar solo. “Minha expectativa é gravar só músicas em outras línguas, como espanhol e inglês. Vou continuar gravando em português, mas essas músicas serão só em faixas com participações especiais de outros cantores”, afirmou.

Sobre o show no Rock in Rio, ela afirmou que adaptou a sua apresentação ao palco do festival. “O Bruno Mars é o headliner então eu tive que adaptar o palco de acordo com as exigências dele, mas isso é normal em qualquer festival”, explicou.

Após o show no Rock in Rio Lisboa, agora Anitta vai seguir para uma minitour pela Europa. Na terça-feira (26), ela se apresenta no Le Trianon, em Paris, na França, e na quinta-feira faz show no prestigioso Royal Albert Hall, em Londres, na Inglaterra.

*O repórter viajou a convite da organização do Rock in Rio