Topo

Música

A capa de disco que deixou os metaleiros irritados por ser "muito feliz"

Reprodução
Capa do disco de estreia do Sacred Son Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

24/06/2018 04h00

Lançado no ano passado, o trabalho de estreia do Sacred Son ainda causa controvérsia. Mas o burburinho em torno da banda inglesa de black metal não está em seu som, e sim na capa do disco. A imagem feliz, em uma paisagem tranquila, causou surpresa, teorias da conspiração e até mesmo indignação no público.

"Acho isso tudo meio surreal. Nunca pensei que alguém fosse ouvir nossa gravação, então tem sido uma grande surpresa ver o tipo de cobertura que estamos tendo. A divisão de opinião sobre a capa tem sido um negócio. Tem gente falando que é 'genial do tipo Andy Warhol' do lado de gente chamando de uma '´porra de um lixo hipster'", contou Dane Cross, fundador e único membro da banda (e o sujeito da capa polêmica), em entrevista ao "Kerrang!" no ano passado.

"Eu estou hesitante em revelar o quanto eu tenho curtido as teorias que as pessoas estão postando. Um cara acha que eu fui assassinado por uma banda de black metal norueguesa logo depois de tirar a foto. Algumas pessoas estão convencidas que ela carrega alguns mistérios profundos ou conotações sinistras, enquanto outros apenas veem uma tentativa cínica de ganhar dinheiro. Talvez um dia eu revele o que a capa signifique, mas por enquanto as pessoas estão convidadas a tirar as suas próprias conclusões", afirmou Cross.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!