Topo

Música

Reação e flagras de câmeras: site revela detalhes de ação que matou rapper

Reprodução
O rapper XXXTentacion Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/06/2018 19h41

O site "TMZ", primeiro a revelar a ação que levou ao assassinato de XXXTentacion aos 20 anos, teve acesso a documentos da polícia que mostram que a morte foi premeditada. O rapper norte-americano era alvo dos homens que invadiram seu carro e atiraram em frente a uma concessionária de motos em Deerfield Beach, na Flórida.

Segundo os papéis, os homens entraram no carro pelo lado do banco do passageiro para levar alguns itens do rapper. O documento diz ainda que houve uma "rápida luta" dentro do carro, e então os tiros foram ouvidos e dois homens correram com uma bolsa. O relato prova, portanto, que XXXTentacion reagiu.

Em outra parte, o documento da polícia diz que, enquanto XXX estava saindo da loja e entrando em seu carro, um veículo modelo SUV parou na frente dele para bloquear a passagem, quando dois homens saltaram e agiram. Câmeras de segurança da concessionária teriam registrado a ação. 

Leia também

Um suspeito, identificado como Dedrick D. Williams, foi preso na quarta-feira (20). Ele, porém, teria apenas participado da ação e não seria o homem que atirou no rapper, já que estava usando uma roupa diferente do atirador. As câmeras de segurança e testemunhas apontam que o atirador usava roupas pretas e uma máscara vermelha. Williams estava usando camiseta branca e uma máscara preta, e seria o motorista do carro que levou os dois suspeitos.