Topo

Filmes e séries

5 relevações cabeludas na entrevista mais sincera de Johnny Depp na carreira

Jordan Strauss/Invision/AP
O ator Johnny Depp Imagem: Jordan Strauss/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

21/06/2018 17h55

Johnny Depp passou 72 horas com o jornalista Stephen Rodrick, da "Rolling Stone", para falar abertamente de momentos complicados tanto da sua carreira quanto da sua vida pessoal. Veja abaixo as cinco revelações mais chocantes do astro de Hollywood.

1. Depp explica como faria para capturar Osama Bin Laden

Experiente em filmes de ação como "Aliança do Crime" e "O Turista" e "Inimigos Públicos", o ator de 55 anos explicou como teria feito caso fosse sua obrigação fosse capturar o terrorista Osama Bin Laden. "Você pega um monte de aviões que borrifam coisas e solta LSD. Você satura a p**** do lugar. Qualquer coisa que sair da caverna vai estar sorrindo e feliz". Simples.

2. Alguém sopra suas falas em um ponto no ouvido

Ele admitiu que usa um ponto eletrônico no ouvido durante as gravações. Ou seja, alguém fica passando suas falas para que ele não precise decorar nada. "Alguns dos meus heróis estiveram em filmes mudos. Está tudo nos olhos. E meu sentimento é que, caso não haja verdade nos olhos, as palavras não importam".

3. Sobre a morte de River Phoenix

O astro comprou a casa noturna Viper Room nos anos 90 e recebeu shows de Guns N' Roses e Johnny Cash. Foi também no mesmo local que River Phoenix, irmão do ator Joaquin Phoenix e grande amigo do astro de "Edward Mãos de Tesoura", morreu de overdose em 1993. Por muitos anos rolou o boato de que foi o próprio Depp o responsável por entregar a dose a fatal ao amigo. "Imagine ter que viver com isso", definiu Depp.

4. Problemas com a mãe

A infância do ator foi conturbada, principalmente pela mãe Betty Sue. "Era uma casa fantasma -- ninguém falava", lembra o ator. "Eu acho que nunca pensei nas pessoas, especialmente em mulheres, diferente de 'eu posso consertá-las'". No funeral de sua mãe, Depp disse. "Talvez minha mãe tenha sido o ser humano mais maligno que já conheci na minha vida".

5. Depressão após divórcio com Amber Heard

Outro assunto debatido foi o divórcio com Amber Heard, seguido dos problemas financeiros que deixaram o ator praticamente falido. "Eu não conseguia suportar a dor todo dia. Eu separava uma garrafa de vodka toda manhã e começava a escrever até minhas lágrimas encherem os olhos e eu não conseguir ver mais as páginas. Eu tentei ser bondoso e honesto com todos. A verdade é a coisa mais sincera para mim. E isso ainda acontece".