Topo

Música

Destaque na Central da Copa, DJ Bárbara Labres queria ser jogadora de futebol

Divulgação
A DJ Bárbara Labres, que faz sucesso na Central da Copa Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

19/06/2018 04h00

O sonho da DJ gaúcha Bárbara Labres, 24, era ser jogadora de futebol. Mas, se não conseguiu virar atleta profissional, pelo menos nesta Copa do Mundo ela tem o seu nome bem ligado ao esporte. Bárbara é uma das atrações do programa "Central da Copa", apresentado por Tiago Leifert na Globo.

Nascida em Lajeado e criada em Arroio do Meio, no Rio Grande do Sul, Bárbara vem de uma família simples e, dos 9 até os 19 anos, só pensava em jogar futebol. Quando precisou escolher que faculdade cursar, a mais próxima de seu esporte favorito era educação física. O interesse pela música surgiu por acaso, após ela ganhar um sorteio para um curso de DJ, que não cursou direito porque preferiu jogar bola.

Na véspera da formatura do curso, Bárbara alugou um equipamento e treinou sem parar a noite inteira. Deu certo: no dia seguinte tocou funk, fez sucesso e foi incentivada a se mudar para o Rio de Janeiro para seguir carreira como DJ.

A vida na capital fluminense, onde mora há cinco anos, não começou fácil. Bárbara chegou sem dinheiro e sem ter onde morar. Foi ficando na casa de amigos e quase voltou para o Rio Grande do Sul. No mês em que estava pensando em desistir de tudo, coincidentemente recebeu uma ligação da Globo convidando-a para participar do "The Voice Kids". No programa, ela tocou ao lado de Carlinhos Brown e ganhou a simpatia da emissora.

A DJ conta que este foi o incentivo que precisava. Dali em diante, sua carreira deslanchou com uma agenda de shows em todo o Brasil. Agora, na Copa do Mundo ela, finalmente, conseguiu unir suas duas paixões: futebol e música.

No "Central da Copa", Bárbara Labres surge com sua pickup e, eventualmente, dá alguns pitacos futebolísticos. A DJ participa ainda de alguns quadros e brincadeiras ao lado de Tiago Leifert e Caio Ribeiro. Em uma delas, Bárbara e Caio rasgaram uma bola de futebol para descobrir onde estava o chip que aponta se foi gol ou não.