Topo

Música

Após XXXTentacion, rapper Jimmy Wopo é assassinado aos 21 anos

Reprodução
O rapper Jimmy Wopo Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/06/2018 22h22

O rapper Jimmy Wopo morreu nesta segunda-feira (18) em Pittsburgh (EUA), noticiou a "Action News 4". A tragédia foi confirmada algumas horas após o cantor XXXTentacion, referência do emo rap, ser assassinado em Deerfield  Beach, na Flórida.

Leia mais:

Rapper XXXTentacion, de 20 anos, morre após ser baleado na Flórida

O empresário de Wopo confirmou a informação. Uma segunda vítima, cujo nome ainda não foi divulgada, foi levada a um hospital local em situação estável. Segundo a "CBS Pittsburgh", Wopo tinha 21 anos.

"Eu perdi meu irmão hoje, e é a pior sensação do mundo. Ele foi escolhido para o sucesso e queria o melhor para os amigos, família e comunidade. Nós perdemos uma grande pessoa hoje, mas farei de tudo para manter a memória dele viva para sempre. Te amo", escreveu o empresário Taylor Maglin.

A polícia local confirmou que Wopo e a outra vítima estavam em um Mazda SUV quando foram alvejados à queima-roupa. Dois buracos de bala podiam ser vistos do lado do motorista. Uma das testemunhas relatou que a dupla estava sendo seguida. O carro emparelhou, deu dois tiros e arrancou em alta velocidade.

Wopo começou a cantar aos sete anos, sendo influenciado por Wiz Khalifa e Mac Miller. No projeto de 2007, chamado de "Jordan Kobe", o jovem versou sobre dor, morte e encarceramento. 

Ele já havia sido baleado em outra ocasião, e afirmou que a recuperação foi uma forma de lembrete das atividades erradas que fazia anteriormente. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!