Topo

Música

Haim demite agente após notar que ganhou 10 vezes menos que homens em festival

Do UOL, em São Paulo

13/06/2018 10h08

As irmãs da banda Haim tomaram uma atitude drástica para brigar por igualdade salarial entre homens e mulheres. Segundo a BBC, quando elas descobriram que ganharam 10 vezes menos que um artista masculino em um festival de música, elas demitiram o empresário responsável pela negociação.

O trio afirmou que, a princípio, não pensou duas vezes no quanto de dinheiro que receberiam, já que tocar no festival em questão era algo que lhes traria prestígio. Quando souberam dos detalhes, mudaram de ideia.

"Depois, nós soubemos que teve gente recebendo dez vezes mais que a gente", afirmou Danielle Haim, à revista "Grazia". Elas não revelaram o nome do festival ou do artista em questão.

A banda é formada por Danielle, Alana e Este. Alana afirmou que elas estão num momento em que precisam se defender na indústria musical.

"É assustador e doido não ganhar nem metade. Mas ser pago um décimo? Isso é insano. Então, demitimos nosso empresário".

À "Radio 1 Newsbeat", elas afirmaram que tem feito um esforço ainda maior para ampliar o espaço das mulheres na música, inclusive fora dos palcos. "Nós temos visto mulheres trabalhando nos estúdios, mas queremos mais. Quantidade ainda é uma questão. Há tantas mulheres incríveis que trabalham na música e eu acho que é hora de mais mulheres serem engenheiras e técnicas de estúdio", disse Danielle.

Relatórios referentes à Sony e à Warner na Inglaterra indicaram que as mulheres ganharam 33,8% menos que os homens, no último ano. Apenas 28% das músicas mais vendidas foram de artistas femininas e festivais ingleses só tiveram 16% de headliners mulheres.