Topo

Filmes e séries


Mulher que contraiu HIV de Charlie Sheen diz que foi ameaçada por uma gangue

Reprodução
Charlie Sheen acena para fotógrafos ao lado da atriz pornô Brett Rossi Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

12/06/2018 18h10

A mulher que alega ter contraído HIV de Charlie Sheen entrou na justiça contra o ator e afirma que foi ameaçada por uma gangue armada.

Jane Doe (nome usado nos EUA quando a vítima não é identificada) diz que Charlie sabia que tinha o vírus da AIDS antes de transarem sem camisinha. O ator nega a informação.

O "TMZ" teve acesso aos documentos, em que a vítima confirma que Charlie só falou para ela que era HIV após a relação sexual. Ela ainda disse que foi atrás de especialistas para saber quais medicamentos precisaria tomar.

Jane registra que, após receber a informação do ator, foi obrigada a assinar um contrato para que se mantivesse em silêncio. Segundo os documentos, quatro homens armados a escoltaram para a garagem, onde recebeu o acordo.

A mulher não entrou em grandes detalhes, mas diz que não entende muito bem inglês (ela nasceu em Moscou, na Rússia) e assinou o que acreditava ser uma ameaça para a sua segurança.

Charlie Sheen retrucou afirmando que eles eram íntimos e que ela está apenas tentando extorqui-lo.