Topo

Entretenimento

Sem política mas com dança e religião, Caetano e filhos cantam no João Rock

Deividi Correa/AgNews
Caetano Veloso se apresenta com os filhos no festival João Rock 2018, em Ribeirão Preto (SP) Imagem: Deividi Correa/AgNews

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em Ribeirão Preto*

09/06/2018 22h46

Caetano, Tom, Zeca e Moreno Veloso se apresentaram no João Rock neste sábado (09) sob o novo formato Ofertório. À vontade, Caetano arriscou uma dancinha na delicada "Um Passo à Frente" e ainda viu os filhos apresentarem o funk intelectual "Alexandrino".

Sempre relacionado a discursos políticos, o terceiro grupo a se apresentar no Palco Brasil, cujo tema era Tropicália, deixou as ideologias de lado para focar nas belas composições do novo disco.

Zeca fazia sua estreia em um festival tão grande, que recebeu mais de 50 mil pessoas em Ribeirão Preto, e mostrou que o talento vem de berço em versão afinadíssima da espetacular "Todo Homem".

"Eu não sou religioso, mas meus filhos são. Zeca é cristão, moreno é macumbeiro", brincou Caetano. "Mesmo assim, compus um tema religioso para minha mãe, como se ela estivesse falando", explicou o ícone da música brasileira antes da faixa-tema do álbum.

Deividi Correa/AgNews
Caetano Veloso se apresenta no festival João Rock 2018 Imagem: Deividi Correa/AgNews
Privilegiando as composições frescas, Caetano não esqueceu de alguns hinos de sua carreira nas décadas passadas. "Reconvexo", "O Leãozinho" (cantada por Moreno e com assovios do pai) e "Força Estranha" (com participação de todos) ganhou coro do público majoritariamente abaixo dos 30 anos.

A ideia de Ofertório é ser uma celebração entre família, e a sensação é de que os Velosos estão na sala de casa apresentando suas canções preferidas. "Essa foi a minha primeira parceria com o Moreno. Ele tinha 9 anos, eu fiz a música e ele, a letra", lembrou Caetano ao introduzir "Um Canto de Afoxé para o Bloco de Ilê".

Por fim, uma troca. Se Caetano deixou os filhos interpretarem seu hino, a última faixa foi um presente de Moreno para o pai, o samba "How Beautiful Could a Being Be", com o compositor sambando durante a música.

Caetano não se conteve. Tirou a jaqueta, deixou na cadeira onde permaneceu o show inteiro, e foi ao lado do filho mais velho arriscar uns passos tímidos. Depois do bis, mais samba, e desta vez Zeca foi arrastado até a frente do palco para mostrar seu jogo de cintura.

*O repórter viajou à convite da organização do João Rock

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento