Topo

Música

Gaby Amarantos critica cena pop: "Tratam a música como algo descartável"

Reprodução/Globoplay
Gaby Amarantos e Dona Onete no "Conversa com Bial" Imagem: Reprodução/Globoplay

Do UOL, em São Paulo

05/06/2018 02h57

Em entrevista no programa "Conversa com Bial" desta segunda-feira (04), Gaby Amarantos explicou os motivos que fizeram dar uma pausa na carreira antes do lançamento de seu novo clipe, "Sou + Eu". Para a cantora e compositora, a indústria da música pop está viciada na novidade e na necessidade incessante de criar novos produtos.

"Depois que perdi minha mãe, decidi parar e pensar o que queria fazer da música. Amúsica pop está num momento em que estão tratando tudo como algo descartável, e música pra mim é a minha vida. Essa coisa de ter que fazer sempre outra, de lançar muito rápido, me oprimiu muito. Além disso, também tive que lidar com a cobrança de ter sempre que fazer tecnobrega, sendo que eu sou cantora, quero fazer outras coisas também. Então resolvi dar uma pausa e curtir meu marido, meu filho", explicou Amarantos.

No clipe, que traz apenas negros e indígenas no elenco, a cantora fala sobre auto estima e aceitação, e comentou que sempre se preocupou em fazer um feminismo que falasse além da bolha: "Falar de feminismo e empoderamento pra quem é empoderada é fácil. Eu quero falar disso pra mulher ribeirinha, que nem imagina que está sofrendo por opressão do machismo e do patriarcado. Queria chegar nessas pessoas que nem sabem o que é empoderamento por meio dessa mensagem de auto estima".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!