Topo

Fúria de Kim, suicídio e traição: Disco de Kanye West estreia com polêmicas

Bryan Bedder/Getty Images
Kanye West e Kim Kardashian Imagem: Bryan Bedder/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

01/06/2018 11h27

Kanye West lançou oficialmente nesta sexta-feira (1º) "Ye", seu oitavo álbum de estúdio, que já está disponível nas plataformas digitais. Com sete faixas inéditas, o disco chega pouco mais de dois anos depois de "The Life of Pablo" e, como tudo na vida do rapper, recheado de polêmicas.

Já na primeira faixa, "I Though About Killing You" ("eu pensei em te matar"), Kanye West fala sobre pensamentos suicidas e assassinato premeditado. Vale lembrar que o rapper chegou a ficar internado em 2016 por causa de depressão e paranoia, e cancelou sua turnê de "The Life of Pablo".

Em "Yikes", o rapper fala sobre o movimento #MeToo e cita nominalmente o produtor musical Russell Simmons, dizendo que ora pelo magnata da gravadora Def Jam asusado de abuso sexual.

A terceira faixa do disco segue polêmica. Kanye cita o cunhado Tristan Thompson e diz que "ele quase ficou solteiro". Tristan é jogador de basquete e pai da filha de Khloe Kardashian, irmã de Kim. Vídeos dele traindo a namorada com várias mulheres foram revelados dias antes de Khloe dar à luz. 

Em "Wouldn't Leave", Kanye relembra a polêmica declaração que deu ao TMZ dizendo que a escravidão era uma escolha. "Imagina se eles tivessem me pegado em um dia selvagem. Agora estou em cinquenta blogs, recebendo cinquenta ligações. Minha mulher ligando, gritando e dizendo: 'vamos perder tudo'", diz a letra, revelando que a socialite Kim Kardashian teria ficado furiosa.

Reprodução
Capa de "Ye", o novo álbum de Kanye West Imagem: Reprodução

"Ghost Town" fala sobre vícios em maconha e Fentanyl, um medicamento para dor altamente viciante que foi apontado como uma das causas da morte do cantor Prince. Os Estados Unidos vivem atualmente uma crise por causa de tais medicamentos, que chegam a ser mais viciantes que a heroína.

Mas nem só de polêmicas é feito o novo disco. Kanye fez boas parcerias, e o "Ye" traz também nomes como John Legend, Nicki  Minaj, Ty Dolla Sign e Jeremih.

Capa feita no iPhone

Outra curiosidade do novo álbum de Kanye West é que a capa dele foi feita pelo próprio cantor em seu iPhone, enquanto ele estava a caminho da primeira audição oficial do disco.

Quem contou a história foi sua mulher, Kim Kardashian, com um tuíte. "Kanye fotografou a capa do álbum no iPhone dele no caminho para a festa de audição do disco", escreveu a socialite.

Kanye reuniu famosos, amigos e familiares em volta de uma fogueira em numa fazenda em Wyoming, onde fez a festa oficial de lançamento do disco. A foto da capa do disco ainda traz os dizeres: "Eu odeio ser bipolar. É incrível."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Rap gringo