Topo

Filmes e séries

Procuradores federais estão investigando casos de assédio contra Weinstein

Andrew Kelly - 10.fev.2016/Reuters
Harvey Weinstein Imagem: Andrew Kelly - 10.fev.2016/Reuters

Do UOL, em São Paulo

23/05/2018 18h05

Procuradores federais estão analisando se o magnata Harvey Weinstein violou leis federais ao atrair mulheres de diferentes estados norte-americanos para fazer sexo sem consentimento, informou o "The Wall Street Journal".

O Ministério Público dos Estados Unidos não quis comentar a informação.

Weinstein tem constantemente negado as alegações de ter feito sexo não consensual com mais de uma centena de mulheres da indústria cinematográfica. Segundo a "Variety", um caso federal pode ser mais difícil de processar do que as acusações anteriores que correm na justiça.

A polícia de Nova York está investigando o produtor no suposto estupro da atriz Paz de la Huerta, em 2010. O departamento de crimes sexuais também entrevistou Lucia  Evans, que afirmou que Weinstein a forçou a fazer sexo oral nele durante uma audição, em 2004.

As autoridades da Big Apple estão prontas para prender Weinstein, mas o descaso do promotor Cyrus Vance Jr., que já liberou o produtor em caso de assédio de 2015, está dificultando o trabalho da polícia.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!