PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

China desbanca EUA e vira maior consumidor de cinema do mundo

Da RFI

23/05/2018 17h03

Os chineses gastaram mais de US$ 3,17 bilhões em entradas de cinema no primeiro trimestre de 2018, ultrapassando a arrecadação na América do Norte, que foi de US$ 2,8 bilhões. As produções populares nacionais são as mais apreciadas, mas a China também produz filmes de arte de prestígio.

Os dados são do órgão oficial China Movie Data Information Network e da revista americana "Variety".

Cerca de 75% das bilheterias na China foram geradas por filmes chineses. Entre os 10 filmes mais bem-sucedidos estão sete produções locais, cinco delas no topo da lista. Operação Mar Vermelho, um filme de aventuras sobre uma missão anti-pirataria do exército chinês, ocupa a primeira posição.

Os grandes filmes de Hollywood, como Pantera Negra ou o filme de ficção científica Círculo de Fogo: a Revolta, também tiveram bons resultados.

A China ainda é um mercado essencial para os estúdios de Hollywood. Os blockbusters são muito bem sucedidos, apesar de Pequim limitar o número de filmes estrangeiros exibidos nos cinemas. O Ano Novo chinês, período de férias durante o qual muitas pessoas aproveitam para ir ao cinema, contribuiu para o aumento da arrecadação durante esses dias.

Cinema de arte

Apesar da preferência por filmes populares, o cinema de arte chinês atual também tem muito prestígio. No último Festival de Cinema Internacional de Cannes, Jia Zhang-ke apresentou Ash is the Purest White, título em inglês, uma intrincada e violenta saga sobre uma mulher forte, mas submissa a um chefe de gangue.

Entre outros nomes importantes do cinema chinês contemporâneo estão Chen Kaige (Palma de Ouro em 1993, por Adeus Minha Concubina) e Zhang Yimou (Leão de Prata em Veneza em 1991 por Lanternas Vermelhas e Grand Prix de Cannes, em 1994, por Viver!). Ambos fazem parte da chamada "Quinta Geração", que inaugurou uma nova fase do cinema chinês, com grande repercussão internacional.

Entretenimento