Topo

Entretenimento

Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein após assédio a Gwyneth Paltrow

Reprodução/Kevork Djansezian/AP Photo
Brad Pitt e Gwyneth Paltrow como namorados nos anos 90 Imagem: Reprodução/Kevork Djansezian/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

23/05/2018 15h38

A atriz Gwyneth Paltrow revelou em entrevista nesta quarta-feira que, para protegê-la, Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein após um caso de assédio na metade da década de 90.

Em entrevista ao The Howard Stern Show, Paltrow falou sobre a reação do seu então namorado após Weinstein pedir para a atriz massageá-lo em sue quarto de hotel.

"Se você a fizer ficar desconfortável novamente, eu vou matar você", disse Pitt a Weinstein, segundo Paltrow, em um teatro da Boradway em uma noite de 1995. "Isso foi o equivalente a jogá-lo contra a parede. Ele (Pitt) usou toda a sua fama e poder para me proteger quando eu, na época, ainda não tinha fama e poder. Ele é o melhor", completou, em declaração foi divulgada pelo site The Wrap.

O assédio aconteceu logo após Gwyneth Paltrow assinar contrato para protagonizar dois filmes da Miramax, então companhia de Weinstein: "Emma" e "Shakespeare Apaixonado", pelo qual ela ganhou o Oscar de melhor atriz.

No ano passado, Harvey Weinstein, um dos homens mais poderosos de Hollywood, foi acusado por dezenas de mulheres de estupro e assédio. Isso abriu a brecha para que outros casos de abuso na indústria cinematográfica viessem à tona, fazendo com que diretores, produtores e atores fossem processados ou perdessem espaço no meio.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento