Topo

Geek

Han Solo: Como um jogador de basquete desempregado se tornou o novo Chewbacca

Jonathan Olley /Lucasfilm Ltd.
Han Solo (Alden Ehrenreich) e Chewbacca (Joonas Suotamo) em cena de "Han Solo" Imagem: Jonathan Olley /Lucasfilm Ltd.

Natalia Engler

Do UOL, em São Paulo*

22/05/2018 04h00

Ele nunca teve um filme para chamar de seu (a não ser que você considere o infame especial de Natal exibido nos Estados Unidos em 1978), mas em “Han Solo: Uma História Star Wars”, em cartaz a partir desta quinta (24), os fãs vão poder conhecer melhor um personagem até hoje pouco desenvolvido na saga: Chewbacca, inseparável parceiro do protagonista.

No novo filme, que se passa cerca de 10 anos antes de “Uma Nova Esperança” (1977), acompanhamos o contrabandista imortalizado por Harrison Ford (aqui vivido por Alden Ehrenreich) antes do fatídico encontro com Luke Skywalker e Obi-Wan Kenobi, e conhecemos detalhes de sua juventude, como o primeiro encontro com Chewie.

Reprodução/Instagram/ joonassuotamo
Peter Mayhew e Joonas Suotamo no set de "Star Wars: O Despertar da Força" (2015) Imagem: Reprodução/Instagram/ joonassuotamo

E se o personagem já é o mesmo wookie mal-humorado de sempre, a cara por trás da máscara hoje é bem diferente. Por conta de dores crônicas nas costas e joelhos, Peter Mayhew, 74 anos e 2,18 metros de altura, passou o traje peludo para o finlandês Joonas Suotamo durante as filmagens de “Star Wars: O Despertar da Força” (2015), no qual ainda dividiram o personagem (Suotamo assumiu de vez em “Os Últimos Jedi”). O britânico era responsável por Chewbacca desde os anos 1970, quando deixou um emprego de auxiliar de enfermagem para virar o copiloto da Millennium Falcon.

Talvez tenha sido um momento triste para os fãs de “Star Wars”, mas certamente foi um golpe de sorte para o jovem ator. Hoje com 31 anos, Suotamo estava à beira do desemprego quando os diretores de elenco de “Star Wars” saíram pelo mundo em busca de alguém com olhos azuis e mais de dois metros de altura (Suotamo tem 2,08m).

Das quadras para as telas

Nascido em uma cidade próxima a Helsinque em 1986, três anos depois do lançamento de “O Retorno de Jedi”, Suotamo assistia aos filmes da trilogia original com o pai e queria ser Luke Skywalker. Na época da escola, ele chegou a fazer teatro, mas acreditava que sua altura seria um empecilho para conseguir papéis, e acabou se dedicando ao basquete.

A habilidade nas quadras o levou aos Estados Unidos, onde estudou cinema e jogou pela Penn State na liga universitária entre 2005 e 2008. No entanto, depois da formatura, ele não conseguiu fazer a passagem para o basquete profissional e acabou voltando para casa, onde continuou jogando no time de sua cidade natal, Espoo, ao mesmo tempo em que tentava começar sua própria produtora e vendia seguros por telefone para pagar as contas.

Foi então que, no fim de 2013, o técnico da seleção de basquete da Finlândia soube que estavam procurando alguém muito alto e de olhos azuis para um filme, e lembrou imediatamente de Suotamo. Com a ajuda da namorada e sem saber de que produção se tratava, o jovem então usou as instalações de sua antiga escola para filmar seu teste, que consistia em imitar um homem das cavernas.

“Estava no limite do desemprego. Chewbacca mudou minha vida”, contou o ator durante conversa com a imprensa mundial para a divulgação de “Han Solo”. “Minha noiva me viu morando com minha mãe e depois me viu virando Chewbacca”.

Tristan Fewings/Getty Images
Suotamo no Festival de Cannes 2018 Imagem: Tristan Fewings/Getty Images

Para virar Chewbacca, Suotamo não só estudou os filmes antigos como aproveitou a presença de Mayhew no set de “O Despertar da Força” para imitar cada trejeito do veterano. Era o “papel perfeito” para ele. “Nos treinos de basquete, eu sempre imitava o estilo dos meus colegas. Então, interpretar Chewbacca é algo para o qual sempre vim me preparando, sem saber”, contou em 2016, em entrevista à Business  Insider.

Suotamo deve ter razão, pois Ehrenreich, seu parceiro de cena em “Han Solo”, é só elogios. “Joonas consegue colocar muita emoção”, disse o ator, durante conversa com jornalistas brasileiros da qual o UOL participou.

“Eu sabia que passaria muito tempo com ele, e não sabia como seria. Mas realmente parecia que eu estava contracenando com uma pessoa real. Ele acrescenta muito ao personagem, o que é muito difícil, porque as formas de se expressar com a máscara são muito limitadas, tem muitas coisas técnicas”, explica.

Veterano cheiroso

Com outros dois filmes no currículo, Suotamo também era o veterano de “Star Wars” no set de “Han Solo”, e seus conhecimentos sobre a Millennium Falcon, que ele já havia pilotado ao lado da versão mais velha de Solo e de Rey (Daisy Ridley), vieram a calhar.

“Chewie estava muito, muito familiarizado com o cockpit”, conta Donald Glover, o novo Lando Calrissian. “Ele dizia: 'Você não pode fazer assim quando está tentando fazer esta manobra’'. Foi muito legal”.

Outra revelação sobre o novo Chewie: “Ele é muito cheiroso!”, dizem em uníssono Ehrenreich e a atriz Emilia Clarke (a Daenerys de “Game of Thrones”, que interpreta Qi’ra).

“Aquilo tudo são pelos de iaque costurados individualmente, e eles lavam com xampu e condicionador, então é realmente muito cheiroso”, conta o ator.

“Ele ganha muitos abraços”, completa Clarke. “É difícil não abraçá-lo. Você meio que quer simplesmente entrar ali”, conclui, rindo.

* Colaborou Fernanda Ezabella, de Los Angeles (EUA)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!