Topo

Filmes e séries

"13 Reasons Why" volta com novos dramas: "É privilégio poder ajudar as pessoas"

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

18/05/2018 04h00

“13 Reasons Why” fugiu do lugar-comum das séries adolescentes ao abrir espaço para uma discussão emocional sobre bullying, estupro e suicídio com a história de Hannah Baker (Katherine Langford), uma jovem que tira a própria vida. E funcionou: adaptada do livro “Os 13 Porquês”, de Jay Asher, a produção se tornou uma das mais comentadas de 2017 – entrou inclusive na lista das mais pesquisadas do Google – e levantou uma discussão importante sobre a responsabilidade da ficção ao retratar esses assuntos.

Para os atores, o impacto teve um componente adicional. Além de serem catapultados para a fama internacional, eles passaram a receber diversas mensagens de fãs que se identificavam com as experiências vividas pelos personagens da série, que retorna nesta sexta-feira (18) com sua segunda temporada.

“Acho que é um privilégio impactar a vida de alguém dessa forma”, diz ao UOL Christian Navarro, o Tony da série. “Como a série saiu em mais de 180 países ao redor do mundo, há milhões de pessoas que se identificaram com a história. Há tantas histórias comoventes. Tem sido o maior privilégio da minha vida ajudar as pessoas.” (Veja a íntegra da entrevista no YouTube do UOL)

Leia também

Christian veio ao Brasil na última semana para promover a nova temporada, ao lado dos colegas Brandon Flynn (Justin) e Alisha Boe (Jessica). E, para o trio, a identificação dos espectadores é uma das chaves do sucesso de "13 Reasons Why" ao redor do mundo.

“Há certas coisas [na série] que fizeram parte da minha experiência no ensino médio”, lembra Alisa. “Acho que é por isso que todo mundo consegue se identificar com a série, todo mundo pode assistir à série e se lembrar de certas coisas que te levam de volta aos dias de colégio.”

Brandon vai além e diz que, para ele, o ensino médio também foi uma época complicada. “Se tem algo que posso dizer é que realmente melhora quando você vai embora. Você sempre vai ter dificuldades, mas estar nesse espaço confinado com outras pessoas jovens que são inseguras e estão lidando com mudanças, coisas em casa... Pode ser muito, muito difícil. Acho que estou feliz de ter saído disso”.

Divulgação/Netflix
Jessica na segunda temporada de "13 Reasons" Imagem: Divulgação/Netflix

Outros dramas

Se a primeira temporada da série se concentrou sobre a história de Hannah e as fitas que ela deixou contando os motivos que a levaram ao suicídio, agora a série segue outro caminho: as histórias dos personagens secundários ganham mais espaço enquanto se desenrola o julgamento que os pais da adolescente (Kate Walsh e Brian James D’Arcy) movem contra a escola.

Com isso, a série mergulha de vez nos dramas de cada personagem, que ganham mais dimensões nos novos episódios. Mas isso não intimidou os atores. “A primeira temporada nos preparou bem. Já sabíamos no que estávamos metidos quando começamos”, explica Brandon.

A experiência da temporada anterior também contribuiu muito para Alisha, que na segunda ganha ainda mais espaço com a jornada de Jessica para lidar com o fato de ter sido estuprada por Bryce (Justin Prentice).

“A produção se certificou que nós tivéssemos recursos, então eu pude falar com psicólogos. E a internet foi minha salvação, de certa forma. Eu encontrei muitas coisas em artigos que li várias vezes, havia inúmeros documentários que pude ver. Mas foi principalmente a primeira temporada, porque já havia passado seis meses no lugar da Jessica, e estava pronta para voltar e explorar seu processo de recuperação”.

Voltar ao universo da série agora que ela traz outra estrutura também trouxe seus desafios, como explica Brandon: “Acho que preencher o espaço entre como a primeira temporada termina para o Justin -- e tenho certeza de que foi um obstáculo semelhante para quase todos -- e onde nós o vemos na segunda temporada. Preencher essa lacuna do tempo e pensar no que estava acontecendo com ele, que não está no roteiro, e garantir que isso estivesse vivo na atuação da segunda temporada”.