Topo

Filmes e séries

Com cenas de orgia, filme "Climax" ganha prêmio em mostra paralela de Cannes

Divulgação
Cena de orgia no filme "Climax", de Gaspar Noé Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

17/05/2018 15h04

O diretor franco-argentino Gaspar Noe, de filmes polêmicos como "Love" e "Irreversível", ganhou o prêmio Art Cinema, da Quinzena de Realizadores, em Cannes, na França, pelo seu novo trabalho, "Climax".

O longa-metragem foi descrito pelo jornal britânico Guardian como "delírio satânico de sexo e desespero de uma trupe de dança". No enredo, um grupo de dançarinos faz uma festa, porém dá tudo errado após eles perceberem, tarde demais, que o ponche estava "batizado" com LSD.

Seus outros filmes foram igualmente polêmicos. "Irreversível", por exemplo, chocou a plateia quando foi exibido, com uma cena de 9 minutos no qual a atriz Monica Bellucci é estuprada, e "Love", com cenas reais de sexo gravadas em 3D.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!