Topo

Geek

Deadpool: Roteiristas confirmam cena com bebê Hitler e explicam seu corte

Reprodução
Cena de "Deadpool 2" Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

16/05/2018 09h05

Um site norte-americano havia noticiado uma estranha cena cortada de “Deadpool 2”, em que o herói está em uma maternidade e encontra um bebê cujo nome é assinalado como “A. Hitler”. Nesta terça-feira, os roteiristas confirmaram que a cena realmente foi criada, mas que acharam melhor cortá-la da edição final.

A cena mostra o herói perto do berço com a inscrição "A. Hitler". Tenso, Deadpool anda de um lado para o outro até realmente decidir o que fazer. Enquanto isso, um bebê começa a chorar ao lado, e o herói diz: "Cala a boca, Ira [nome comum entre os judeus]. Você vai me agradecer algum dia". A cena termina com a câmera na visão do bebê, mostrando Deadpool enforcando o "pequeno Hitler”.

Apesar de certa veia cômica, a cena acabou sendo considerada pesada demais, traçando uma linha clara do que é ou não comédia, de acordo com os roteiristas Rheet Reese e Paul Wernick.

“É verdade”, disse Wernick, sobre a existência da cena. “Ela foi cortada por que era bem, bem no fim do filme e deixou a audiência assim: “O quê?”. Claro que era um bebê Hitler. Mas era um bebê. Então era muito esquisito de ver algo assim. Nós fazemos Deadpool, mas há uma linha que não se pode cruzar”.

“Matar um bebê é essa linha”, concluiu Reese.

Outra ideia cortada foi a de Deadpool ser um pai. “Não fomos muito longe nessa ideia. Trabalhamos por muito tempo neste roteiro, então ele já foi pai, já foi vilão... O que não queríamos era um filme cheio de personagens. Adicionamos alguns, mas queríamos manter a cara de um filme do Deadpool. Fizemos um pouco maior para os fãs, mas não tanto que parece Vingadores”, brincou Reese.

“Deadpool 2” estreia nas salas de cinema brasileiras nesta quinta-feira.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!