Topo

Livros e HQs

Morre aos 87 anos Tom Wolfe, autor de "A Fogueira das Vaidades"

Eva Joory
O escritor e jornalista norte-americano Tom Wolfe Imagem: Eva Joory

Do UOL, em São Paulo

15/05/2018 12h25

Morreu aos 87 anos, em Nova York, o escritor Tom Wolfe, conhecido por romances como "A Fogueira das Vaidades" e obras de não-ficção como "Os Eleitos".

Wolfe era considerado um dos precursores do Novo Jornalismo, movimento que nos anos 1960 levou ferramentas da ficção para o jornalismo, procurando narrar fatos reais com a mesma vivacidade e detalhes presentes em romances e contos ficcionais.

Sua escrita foi marcada por um ritmo frenético e inventivo, que ele usou para tratar dos assuntos mais variados, de reuniões dos Panteras Negras a carros customizados, de LSD a socialites nova-iorquinas.

A morte foi confirmada pelo agente de Wolfe ao jornal "The New York Times", que informou que o escritor estava hospitalizado por conta de uma infecção.

Theo Wargo/Getty Images
Imagem: Theo Wargo/Getty Images

Em seu romance mais conhecido, "A Fogueira das Vaidades", publicado inicialmente como uma série na revista "Rolling Stone" e lançado em livro em 1987, Wolfe faz um retrato afiado e satírico dos endinheirados e poderosos de Nova York durante os anos 1980, marcados pelos excessos. O livro foi transformado em filme pelo cineasta Brian de Palma em 1990, com Tom Hanks, Bruce Willis e Melanie Griffith no elenco.

Na não-ficção, um de seus principais trabalhos foi "Os Eleitos", de 1979, uma minuciosa grande reportagem sobre os primeiros astronautas norte-americanos, também adaptado para o cinema em 1983, com Sam  Shepard, Dennis  Quaid e Ed  Harris no elenco.

Além desses trabalhos, ele deixou outras reportagens que marcaram época, como "O Teste do Ácido do Refresco Elétrico", sobre as viagens que fez pela Califórnia ao lado do guru do LSD Ken Kesey; e "Radical Chique", em que narra um famoso encontro entre a elite nova-iorquina e lideranças do movimento Panteras Negras.

Seu último trabalho foi "O Reino da Fala", lançado em 2016, em que se debruçou sobre sua própria ferramenta, a linguagem, para rebater algumas ideias de Charles Darwin e Noam Chomsky.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Livros e HQs