Topo

Entretenimento

Seguranças processam Johnny Depp por falta de pagamento e citam uso de drogas

Christopher Polk/Getty Images for People
Johnny Depp está endo alvo de mais um processo Imagem: Christopher Polk/Getty Images for People's Choice Awards

Do UOL, em São Paulo

01/05/2018 17h27

Johnny Depp está em maus lençóis. Já enfrentando batalhas judiciais milionárias com os administradores de sua fortuna e com seus antigos advogados, o astro de Hollywood se tornou nesta terça-feira (1º) alvo de mais um processo. Desta vez, a ação é movida por dois ex-seguranças que alegam falta de pagamento e citam o ambiente hostil criado pelos “vícios” do ator.

Nos documentos apresentados ao Tribunal Superior de Los Angeles, os advogados representando os ex-seguranças Eugene Arreola e Miguel Sanchez descortinam a atribulada vida pessoal do ator, usando palavras como “caos” e “furacão financeiro”. Nos últimos anos, Depp foi notícia por conta dos gastos excessivos e das acusações de agressão contra sua ex-mulher, a atriz Amber Heard.

“No início de 2016, os reclamantes começaram a notar uma brusca mudança em Depp e na atmosfera de sua propriedade em Hollywood Hills”, diz o processo, segundo o site Deadline. “Depp começou a fazer mudanças drásticas e repentinas em sua equipe, causando um arrocho financeiro a todos ao redor de Depp, exceto a ele mesmo”.

Em outra parte, os documentos citam o uso de drogas por parte do ator. “Em várias ocasiões os reclamantes foram obrigados a defender o réu dele mesmo e de seus vícios em público. Um incidente em uma balada local envolveu os reclamantes alertando Depp da presença de substâncias ilegais, de forma visível, em sua face e em seu corpo, enquanto impediam observadores de notar a condição de Depp.” 

Os dois seguranças também teriam recebido "pedidos constantes para dirigir veículos que continham substâncias ilegais" e "recipientes abertos". As drogas não em questão não foram especificadas. 

O processo afirma ainda que a dupla de seguranças foi forçada a deixar o trabalho “como resultado do ambiente de trabalho tóxico e perigoso e das constantes violações das leis trabalhistas por parte dos empregadores”.

Além de Depp, também é alvo da ação o parceiro de negócios de Depp, Edward White. Conforme detalhou o advogado Tamar Arminak ao Deadline, falhas de administração por parte de White levaram os ex-seguranças a ficarem sem receber os salários devidos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento