Topo

Geek

Codinome Mary Lou: Como "Guerra Infinita" gravou cenas no Brasil em segredo

Divulgação/BPS
Equipe filma cenas para "Vingadores: Guerra Infinita" nos Lençóis Maranhenses (MA) Imagem: Divulgação/BPS

Natalia Engler

Do UOL, em São Paulo

28/04/2018 04h00

Quem tiver um olhar atento enquanto espera o final dos créditos de "Vingadores: Guerra Infinita" (afinal, a Marvel tem as tradicionais cenas pós-crédito em todos os filmes) vai reparar, ali no meio daqueles milhares de nomes, que uma unidade de filmagem fez cenas no Brasil.

Não, não é pegadinha. E se você não soube de nada, porque a imprensa em nenhum momento divulgou que a produção do filme estava no país ou qualquer notícia do tipo, é porque a Marvel não queria mesmo que ninguém soubesse.

As cenas foram rodadas em junho do ano passado, em parceria com a empresa Brazil Production  Service (BPS), nos Lençóis Maranhenses (MA), e demandou um planejamento de quase seis meses, de fevereiro a junho. A equipe de cerca de 40 pessoas (incluindo americanos e brasileiros) então passou quase duas semanas na locação, sendo três dias especificamente para gravações.

Veja também

Divulgação/BPS
Equipe da BPS nos Lençóis Maranhenses Imagem: Divulgação/BPS

Mas tudo foi feito sob absoluto sigilo. "Assinamos contrato de confidencialidade com a Disney e na época das filmagens não divulgamos para qual produção as imagens estavam sendo capturadas", diz Thiago da Costa, produtor executivo da BPS. "Guerra Infinita" ganhou então o codinome de "Mary Lou".

Se você já viu o filme e está perguntando onde entra o Brasil, os Lençóis Maranhenses viraram cenário de um dos planetas que aparecem na produção que reúne o maior número de super-heróis já vistos em um único filme. Para não estragar as surpresas para quem ainda não assistiu, não vamos revelar o que exatamente acontece ali, mas fica uma dica: preste atenção quando ouvir o nome Vormir (ou vá até o fim desta reportagem para descobrir).

Visual único

"O parque foi escolhido pelo time da Marvel/Disney pelo seu visual único no mundo, que se encaixava perfeitamente como cenário para cenas específicas da história", conta Costa. "O time artístico do filme estava em busca de uma paisagem especial e fora do comum, como é o caso de Lençóis, com suas dunas e lagoas de água cristalina".

"Só você estando no meio dessa paisagem surreal que você consegue compreender o que são os Lençóis, então entendo por que os artistas digitais não conseguiram compor isso e precisaram dessa inspiração", afirma o produtor Eduardo Saloutti, que também participou das filmagens.

Segundo ele, as cenas foram captadas principalmente "muito cedo ou no fim de tarde, quando o sol já estava se pondo. Isso gerou imagens espetaculares".

Mas conseguir essas imagens não foi nada fácil. "O fator mais complicado de filmar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é o fato de ser uma locação muito remota", relata Costa. Por esse motivo, foi preciso um esforço prévio de pré-produção para conseguir levar todos os equipamentos até lá.

"Precisamos mandar o nosso produtor de campo, que voou de São Paulo, com um mês de antecedência da filmagem para a locação, para fazer uma visita técnica e entender todos os detalhes de logística da área, como transporte para o parque e dentro do parque, locais para alimentação da equipe, apoio local, entre outros. Nós tivemos que planejar todas estas questões com antecedência, trazendo de São Paulo, Rio de Janeiro e Los Angeles equipamentos especializados e membros da equipe também", explica.

Divulgação/BPS
O Maranhão virou um dos planetas de "Guerra Infinita" Imagem: Divulgação/BPS

Para as filmagens aéreas, foi necessário levar um helicóptero do Rio de Janeiro até o Maranhão. Chegando lá, a aeronave ainda teve que ser adaptada para receber câmeras com tecnologia de ponta trazidas de Los Angeles.

Mas não, nenhuma estrela de "Guerra Infinita" esteve por aqui, apenas parte da equipe técnica: quatro pessoas da equipe de efeitos especiais, um time do departamento de locações e o cinegrafista especializado em imagens aéreas Dylan Goss. Este tipo de filmagem é feita para as imagens serem inseridas digitalmente como cenário sem que toda a produção tenha que se deslocar para algum outro ponto do planeta.

Este não é o primeiro trabalho da BPS com um estúdio Hollywoodiano. A empresa é especializada em auxiliar produções americanas que desejam filmar no Brasil ou produções brasileiras que desejam filmar nos Estados Unidos, e já participou também de diversas produções da Netflix, como "Chef's Table" e "Rapture". O trabalho dos brasileiros nesses casos é organizar a logística local, incluindo contratação de profissionais, transporte, hospedagem, alimentação e locação de equipamentos, entre outras coisas.

Agora, se você ainda quer saber exatamente quais cenas de "Guerra Infinita" foram ambientadas nesse cenário dos Lençóis Maranhenses, continue por sua conta e risco.

ATENÇÃO: SPOILERS! SE VOCÊ NÃO QUER SABER DETALHES DA TRAMA DE "VINGADORES: GUERRA INFINITA", NÃO CONTINUE A LEITURA

Divulgação/Marvel
Não, essa cena não foi filmada no Brasil. É só para te avisar mais uma vez que lá vem spoilers! Imagem: Divulgação/Marvel

Em busca das Joias do Infinito, o vilão Thanos (Josh Brolin) descobre que Gamora (Zoe Saldana) sabe onde está a Joia da Alma, a única cujo paradeiro ainda era um mistério. Ela está em um planeta inóspito chamado Vormir, e é para lá que o Titã Louco segue com sua filha adotiva. Mas, para obter a joia, ele terá que fazer um grande sacrifício.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!