Topo

Música

Abba anuncia primeiras músicas novas em 35 anos

Reprodução/Facebook
Integrantes do ABBA se reencontraram na Suécia em 2016 Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

27/04/2018 09h15

Se você sonhava com ouvir uma nova música do Abba algum dia, seus desejos se tornaram realidade: a banda anunciou nesta sexta-feira (27) que compôs e gravou as primeiras novas músicas desde a separação de seus membros, em 1982. 

No Instagram, o quarteto sueco revelou que duas músicas inéditas foram gravadas para um novo projeto no qual avatares representando a banda irão se apresentar em shows. 

"A decisão de seguir adiante com a empolgante turnê dos avatares do Abba tiveram uma consequência inesperada. Todos nós sentimos que, depois de 35 anos, seria muito divertido juntar forças de novo e entrar no estúdio. Então fizemos isso. E foi como se o tempo tivesse parado e tivéssemos apenas tirado umas férias. Uma experiência extremamente feliz!"

"Nós podemos ter envelhecido, mas a música é nova. E a sensação é ótima", encerrou a banda no comunicado.  

Uma das novas músicas, chamada "I Still Have Faith In You", estará em um especial produzido pelas emissoras NBC e BBC, previsto para estrear na TV em dezembro.

??

Uma publicação compartilhada por @ abbaofficial

em

Histórico 

O Abba foi criado em 1972 e dois anos depois se catapultou internacionalmente ao ganhar o Festival Eurovision com "Waterloo", tema do qual venderam mais de 400 milhões de discos.

Agnetha Fältskog, Anni-Frid Lyngstad, Björn Ulvaeus e Benny Andersson se separaram em 1982 depois de terem dominado o mundo da disco music por mais de uma década com canções como 'Waterloo', 'Dancing Queen', 'Mamma Mia' e 'Super Trouper'.

O grupo, que apareceu em um palco pela última vez em 1986, nunca se dissolveu, mas os quatro artistas afirmaram que já não cantariam mais juntos.

Décadas depois, porém, o Abba continua sendo um fenômeno de grande impacto comercial, revalorizado tanto no bem-sucedido musical "Mamma Mia!", como na sua posterior adaptação ao cinema.

*Com informações das agências EFE e AFP

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!