Topo

Geek

Josh Brolin consultou colega antes de aceitar ser Thanos em "Guerra Infinita"

Getty Images
Kathryn Boyd e Josh Brolin Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/04/2018 09h08

Pode parecer óbvio para o ator Josh Brolin ter dito "sim" para viver Thanos, tido como o vilão mais assustador de todos os tempos, em "Vingadores: Guerra Infinita". Mas, a decisão não foi tão rápida assim. O ator admitiu ter ligado para o hoje colega de filme Mark Ruffalo para se certificar de que era uma boa ideia.

Ruffalo apareceu no programa de Jimmy Kimmel, na TV dos EUA, na terça-feira, e já havia dito: "Eu disse, 'você será um tolo se não estiver neste filme'". Na quarta-feira, Brolin foi quem participou e deu sua versão da história, confirmando o telefonema.

LEIA TAMBÉM

"Achei que a gente teria de usar próteses, o que não era algo muito atrativo para um personagem de 340 kg. Eu falei com os caras, eles me contaram a história toda e como seria, que era fantástica. Então eu liguei pro Ruffalo: 'Ei, cara, você acha que eu devia aceitar? O que você acha?'. Ele me falou: 'você vai se sentir mais fora de si, do que nunca", relatou Brolin.

O ator então explicou a roupa usada para serem feitos os efeitos especiais, deixando tudo mais simples.

"Mas, quando você vir (o resultado), você ficará espantado", disse Ruffalo, segundo Brolin, que acrescentou: "Quatro anos depois, no set, estávamos cada um com suas roupas. E ele veio para mim, sussurrando: 'Eu não aguento mais isso!'". Os risos foram gerais.

"Vingadores: Guerra Infinita" estreia nesta quinta-feira nos cinemas brasileiros.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!