Topo

Música

Rock in Rio 2019 terá "Espaço Favela", palco só com artistas de comunidades

Divulgação
O empresário Roberto Medina apresenta o novo Espaço Favela do Rock in Rio Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

25/04/2018 19h35

A próxima edição brasileira do Rock in Rio, agendada para o segundo semestre de 2019, contará com uma nova atração: o Espaço Favela. A primeira novidade da próxima edição do evento foi divulgada nesta quarta (25). O novo palco trará artistas periféricos e, e em seu entorno, "haverá um retrato da culinária presente nas comunidades do Rio".

Com a curadoria artística de Zé Ricardo, que cuida do palco Sunset, o espaço pretende trazer artistas de vários gêneros musicais, incluindo o samba, o funk, a MPB e grupos de percussão e orquestras. O grupo Cultural Nós do Morro participará na curadoria na identificação de talentos. Em 2019, os artistas serão escolhidos no Rio, mas a ideia é ampliar o projeto para outras regiões do Brasil em futuras edições.

Por meio de uma parceria com o Sebrae, o Viva Rio e a Central Única de Favelas, o festival selecionará sete atrações artísticas, com cada uma recebendo cachê de R$ 50 mil. O local também terá um espaço gastronômico, com cinco botecos, e uma cenografia que reproduzirá o ambiente da favela.

“O Espaço Favela vai trazer o olhar para as comunidades, vai retratar a alegria de seus moradores. Vamos amplificar este universo dando vida aos seus personagens. Pessoas do bem que trabalham e buscam melhores oportunidades e condições de vida", afirmou Medina no evento

O mote é retratando a pluralidade cultural das comunidades cariocas reforçando "a esperança a partir da movimentação da economia criativa". “Não teremos assistencialismo. Queremos evidenciar o que é bom nas comunidades, não falta gente com conteúdo relevante para somar na cena artística do festival. A favela é um caldeirão de criatividade", afirmou Zé Ricardo.