Topo

Entretenimento

Danielle Winits chora e dedica musical ao filho Noah após espera de 10 anos

Eduardo Martins/AgNews
A atriz Danielle Winits se emociona durante coletiva de imprensa do musical "Os Produtores" Imagem: Eduardo Martins/AgNews

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

20/04/2018 00h04

"Agora eu não vou ser problema, né?". A frase é de Noah, filho primogênito de Danielle Winits. A declaração fofa e ingênua veio depois que o menino de 10 anos ouviu da mãe a história dela com a personagem Ulla, e o motivo que a levaria a passar uma temporada em São Paulo. A atriz é uma das estrelas do musical "Os Produtores", que ganha remontagem a partir desta sexta-feira (20).

Danielle Winits não consegue segurar as lágrimas ao falar de sua história com o musical que Miguel Falabella traz ao Brasil pela segunda vez. Em 2007, ela teve de abrir mão de sua protagonista ao descobrir a gravidez. "Foi frustrante na época pra mim, porque cheguei a fazer fotos, teve uma primeira leitura. Tinham cartazes espalhados por São Paulo inteira", relembra. "Mas foi tudo em prol do grande papel da minha vida, que era o de ser mãe pela primeira vez", garante a atriz, que acabou substituída por Juliana Paes na época.

A emoção tem relação não só com a nova chance de fazer a personagem, mas também com a oportunidade de ter um espectador especial, o filho. Danielle Winits destaca que essa atuação será um presente dela para Noah. "Depois desses anos todos eu não esperava, era algo que tinha ficado lá atrás. Agora é uma emoção muito grande estar em cena com o meu filho na plateia", festeja.

Webert Belício/AgNews
Danielle Winits entre seus dois filhos, o primogênito Noah (à esquerda) e o caçula Guy Imagem: Webert Belício/AgNews

Aos 44 anos, a atriz acredita que a bagagem que acumulou nos últimos dez dá uma importância ainda maior ao trabalho. Só no teatro, Danielle Winits teve três experiências no período: "Hairspray" (2009), "Xanadu" (2012) e Marilyn  Monroe em "Depois do Amor" (2012), última peça dirigida por Marília Pêra. O segredo para manter o ritmo depois de tanto tempo e dois filhos (Danielle também é mãe de Guy, de 6 anos), é nunca parar.

"Quem faz musical está sempre na expectativa do próximo, nunca deixo de me cuidar. A dança faz parte da minha vida, o canto também. Não é a minha primeira profissão, então tenho aulas, já faz parte da minha rotina. Quando a gente sobe no palco é só para botar em prática aquilo que a gente já faz no dia a dia. Somos atletas, precisamos ser atletas para estar no palco", destaca a veterana, que também se destacou em "Cabaret" (1998) e "Chicago" (2005).

Caio Galucci/Divulgação
Danielle Winits é a dançarina sueca Ulla no musical "Os Produtores" Imagem: Caio Galucci/Divulgação

Foco no teatro

A temporada começa poucos dias depois do fim das filmagens de "Veneza", filme de Miguel Falabella que também tem Danielle Winits no elenco e com locações externas que demandaram duas viagens internacionais à equipe. "Eu e o Miguel viemos ensaiar super pouco porque foi entre as filmagens. Mas eu já tinha toda uma bagagem de estudo do musical. Já tinha visto na Broadway, vi várias montagens, e também pude assistir a Juliana", relembra.

"Os Produtores" é a atual prioridade de Danielle Winits. Ulla é uma bailarina sueca com sotaque carregado que se junta a Max Bialystock (Miguel Falabella) e Leo Bloom (Marco Luque) para atuar no pior espetáculo de todos os tempos. A comédia de Mel Brooks de 1968 (que em português ganhou o título de "Primavera Para Hitler") teve sua primeira versão musical na Broadway, em 2001, e um remake no cinema com Nathan Lane, Uma Thurman e Matthew Broderick, em 2005.

O musical entra em cartaz em São Paulo no Teatro Procópio Ferreira nesta sexta-feira (20), às 21h. A temporada na capital paulista terá sessões às quintas (21h), sextas (21h), sábados (17h e 21h) e domingos (15h30). 

A produção também já tem temporada confirmada no Rio de Janeiro (Vivo Rio) a partir de 13 de julho.

Serviço

Os Produtores, com Miguel Falabella, Danielle Winits e Marco Luque
Quando: estreia em 20 de abril (sexta-feira)
Sessões: quintas e sextas (21h), sábados (17h e 21h) e domingos (15h30)
Onde: Teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2.823 - Jardins)
Capacidade: 624 lugares
Ingressos: de R$ 25 (preços populares somente na bilheteria) a R$ 250 na Ingresso Rápido
Duração: 150 minutos (com intervalo de 20 minutos)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento