Topo

Música

Procon SP autua Lollapalooza Brasil em quase R$ 1 mi por "práticas abusivas"

Mariana Pekin/UOL
Público no terceiro dia de Lollapalooza Brasil 2018 Imagem: Mariana Pekin/UOL

Do UOL, em São Paulo

05/04/2018 14h51

A Fundação Procon SP autuou a Tickets For Fun, produtora responsável pelo Lollapalooza Brasil 2018, por “práticas abusivas e falta de informações essenciais” durante a realização do festival entre 23 e 25 de março, em São Paulo. O valor estimado da autuação é de R$ 970.986,67.

O órgão entendeu como prática abusiva a proibição da entrada de pessoas com copos de água lacrados. “Dessa forma, tirava o direito de escolha do consumidor”, diz a nota do Procon.

A pulseira denominada "Lolla Cashless" de créditos pré-pago, para consumo dentro do evento, também foi alvo de reclamação. Ao cobrar uma taxa de 5% nos resgates de saldo remanescente, o Procon entendeu que a ação se tratava de “vantagem excessiva”, por repassar ao consumidor um custo inerente à atividade.

Outra falha detectada foi a ausência de informações nos postos de recarga das pulseiras sobre o reembolso de saldo excedente após finalização do evento.

A Tickets For Fun afirmou que não vai se pronunciar sobre o assunto.