Topo

Geek

Mike Myers volta a ser Dr. Evil para zombar Trump. Mas acaba demitido...

Reprodução/Youtube
Dr. Evil no programa de Jimmy Fallon Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL, em São Paulo

05/04/2018 08h47

Já são 16 anos desde o lançamento do último filme da série “Austin Powers”. Mas não é que o Dr. Evil reapareceu? O personagem interpretado por Mike Myers voltou a ganhar vida em uma participação do “Tonight Show”, programa de Jimmy Fallon na televisão dos Estados Unidos. Tudo, é claro, para zombar do presidente Donald Trump.

Fallon anunciou que falaria sobre mais uma polêmica de Trump, com mais uma decisão. Eis que aparece Dr. Evil, com sua careca brilhante, cicatriz e todos aqueles trejeitos bem conhecidos pelo público. “Dr. Evil?”, pergunta Fallon. O vilão responde direto na canela: “Não, sou o Adam Levine”.

Dr. Evil então diz que seria o “secretário do mal” de Trump, mas acabou sendo substituído por Steve Bannon, um ex-conselheiro do presidente.

“Eu fui um cara das ideias lá. O muro. O muro foi ideia minha. Mas não queria que os mexicanos pagassem, queria que Alec Baldwin pagasse”, disse o vilão. Questionado se deportações eram com ele, Dr. Evil cutucou: “Não, até eu tenho meus limites. Sou malvado, mas não um monstro.”

Por fim, Evil também zoa Mark Zuckerberg, dizendo que ele é outro que está na lista dos mais odiados no momento, e anuncia uma candidatura conjunta à presidência dos EUA.

Ele mostra até seu próprio boné com o slogan "Make the world evil again" (faça o mundo mau de novo) contra o "Make America great again" de Trump (faça a América grande de novo).

Mike Myers está trabalhando em duas produções com previsão de lançamento neste ano, Bohemian Rhapsody, sobre a banda Queen e seu líder Freddy Mercury, e “Terminal”, com Margot Robbie.