Topo

Música

"Não me sentia preparado para trabalhar com música", diz filho de Caetano

Divulgação/Canal Brasil
Caetano Veloso e seu filho, Zeca Veloso, com Lázaro Ramos, apresentador do programa "Espelho" Imagem: Divulgação/Canal Brasil

Colaboração para UOL

02/04/2018 22h50

Caetano Veloso e o filho Zeca falaram dos desafios de cantar em família no "Espelho" desta segunda-feira (2). No programa do Canal Brasil, o segundo filho do cantor - que também tem Moreno e Tom - conta que resistiu a dividir o palco com o pai e os irmãos.

"Foi ideia do meu pai. A gente fez tudo muito corrido, aconteceu de uma maneira um pouco tensa para fazer o melhor. Foi meio que um parto, mas foi bom", disse o rapaz. "Ele é o mais exigente, obsessivo do grupo. No começo houve resistência, principalmente dele", entrega Caetano, o que faz Zeca se explicar.

"Não pensava em trabalhar com música dessa maneira, tocar, cantar... Não me sentia preparado, pensava: 'não é agora, não tem como', mas topei fazer. Agora que estou começando uma vida profissional, antes perdi muito tempo com muita coisa e não me preparei. Tenho as ferramentas mas não tenho a matéria-prima. Eu me sinto distante do que eu queria ser em todos os sentidos", argumenta. 

O baiano conta o que o levou a soltar a voz com Moreno, Zeca e Tom. "Estava na hora de cantar junto com meus filhos, de aparecer junto com eles, mostrar o que fazem. Mais por causa da vida do que por música. Eu percebo muita luz do nosso encontro. Essas pessoas terem nascido foi o acontecimento mais importante da minha vida adulta".

Quando o assunto é política, Caetano Veloso afirma que seu papel não mudou. "O desejo é o mesmo em termos de atuação social na vida dos brasileiros: estimular diversas áreas, do lugar que ocupo no momento, e tentar desfazer esse estigma de desigualdade brutal que nos caracteriza desde a colônia".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!